quinta-feira, 28 de maio de 2015

José Cid vem ao Cais das Poças 2015

Da lista de concertos de José Cid no mês de Julho fazem parte atuações nos dias 30 e 31 na Festa Cais das Poças, na ilha das Flores.

O músico e cantor José Cid definiu o seu novo álbum "Menino prodígio" como “roqueiro, de combate e interventivo”, tendo recuperado alguns temas seus compostos em 1971.

“É um álbum que entra na área da objeção de consciência, mas levada para o rock, e isso é muito o que o Quarteto 1111 fez com dezenas de canções censuradas pelo regime" de ditadura, anterior ao 25 de Abril de 1974, "e uma delas é a ‘Blá!, blá!, blá!’, que agora inclui neste disco”, disse o músico de 73 anos.

Das 13 canções que constituem o novo álbum, ‘De mentirosos está o mundo cheio’ é a que José Cid mais gosta, e duas outras, que qualificou como “mais ligeiras”, são ‘O andar de Marilyn’, uma homenagem à atriz norte-americana que “enlouqueceu” a geração do músico no filme “Cataratas do Niagara” e, de “cariz autobiográfico”, a que dá título ao álbum, ‘Menino-prodígio’.

José Cid, distinguido com vários prémios, entre os quais o de consagração de carreira, da Sociedade Portuguesa de Autores, tem vários projetos em perspetiva, como o álbum “Clube dos corações solitários do capitão Cid” e a gravação de um álbum de fados e fandangos, que se intitulará “Fados e Jazz, coincidências”.


Notícia: jornal «Açoriano Oriental».
Saudações florentinas!!

quarta-feira, 27 de maio de 2015

Há outras companhias além da SATA interessadas no transporte inter-ilhas

O director regional dos Transportes confirmou ontem à Antena 1 Açores que houve mais do que uma companhia a levantar o caderno de encargos para o concurso público internacional do transporte aéreo inter-ilhas.

O prazo para entrega de propostas terminava ontem, mas o Governo Regional resolveu adiar o processo até 9 de Junho a pedido das companhias, uma vez que há muita documentação técnica a analisar. O novo serviço de ligações aéreas dentro do arquipélago entrará em vigor a 1 de Outubro.

No dia em que o concurso público foi publicado no Jornal Oficial, o secretário regional do Turismo e Transportes disse tratar-se de “um dia muito importante”, lembrando que o novo modelo para os voos entre as nove ilhas açorianas levará à “maior redução de sempre” dos preços e que se traduzem numa descida média de 20% em relação às tarifas actuais.

O Governo Regional apresentou a 13 de Fevereiro as novas obrigações de serviço público para os voos inter-ilhas e revelou que o concurso público lançado para a sua concessão durante cinco anos terá um valor de 135 milhões de euros.


Notícia: jornal «Diário dos Açores».
Saudações florentinas!!

terça-feira, 26 de maio de 2015

Mulher no comando do Posto da GNR

Duas mulheres comandam pela primeira vez três postos da GNR nos Açores, inicialmente "uma novidade" para a população da Graciosa, Flores e Corvo, mas que agora já não causa estranheza.

Com 34 anos, Susana Ribeiro afirma não ter sentido qualquer reticência da população quando assumiu, a 12 de Março, o comando do posto de Santa Cruz das Flores e da mais pequena ilha dos Açores, o Corvo, provisoriamente, até 8 de Junho, quando regressará à Praia da Vitória (na Terceira), onde está colocada. "Claro que é novidade, mas pelo 'feedback' que recebi, as pessoas aceitaram bem. Mas não senti qualquer reticência da população nem dos militares", lembrando que ao nível da instituição GNR já são "muitas mulheres neste patamar".

Ao contrário das experiências vividas em grandes cidades, Susana Ribeiro guarda já pequenos episódios e histórias curiosas. "Quando sensibilizamos ou autuamos, as pessoas vêm, passados um ou dois dias, mostrarem-nos as coisas que estavam mal, que já emendaram e retificaram", relatou, reconhecendo, no entanto, que na mais pequena ilha dos Açores, o Corvo, onde vivem 400 pessoas, as particularidades e a condição geográfica impõe uma atuação "diferente". Segundo explicou, é necessária "uma forma de atuação diferente do que no restante território, mais cuidado".

"Também sabemos que a localização não é fácil, e muitas das vezes para fazermos cumprir a lei e os meios para chegar até lá demoram", acrescentou. Do Corvo, Susana Ribeiro recorda-se ainda de um outro episódio: "Há cerca de três semanas fui ao Corvo para uma ação de sensibilização junto da população sobre a nova nota de 20 euros, mas não apareceu absolutamente ninguém, além dos funcionários da Câmara Municipal".

Com 300 elementos nos Açores, a GNR tem um posto em cada uma das nove ilhas e três destacamentos, em Ponta Delgada (São Miguel), Angra do Heroísmo (Terceira) e Horta (Faial).


Notícia: jornal «Açoriano Oriental» e «Diário Digital».
Saudações florentinas!!

segunda-feira, 25 de maio de 2015

Feriado celebrado com sopas e folclore

A Fajã Grande vai hoje celebrar o feriado regional do Dia da Região com sopas do Divino Espírito Santo e atuação do grupo folclórico.

A data é assinalada todos os anos, desde 1980, quando foram instituídas pela Assembleia Legislativa Regional as celebrações relativas a este dia por todo o arquipélago, com o intuito de celebrar a açorianidade, a autonomia e a unidade regional.

Nesta ocasião são atribuídas desde o ano de 2006 insígnias honoríficas "a pessoas singulares ou coletivas que, em múltiplas vertentes da sua atuação e em atos com os mais diversos enquadramentos, se hajam distinguido em benefício da comunidade e na valorização da Região".

Este ano foi atribuída insígnia autonómica de mérito profissional ao florentino José Gomes Corvelo.

Os festejos do Dia da Região iniciam-se hoje às 12 horas na Fajã Grande com uma sessão solene, seguindo-se às 14 horas um almoço composto por sopas do Espírito Santo, confecionadas pela Irmandade das Crianças da Fajã Grande. O término das celebrações decorrerá pelas 15 horas com a atuação do Grupo Folclórico e Etnográfico da Associação Cultural Lajense.


Notícia: jornal «Diário Insular».
Saudações florentinas!!

domingo, 24 de maio de 2015

Apenas seis viagens à ilha das Flores

O transporte marítimo de passageiros e viaturas para a ilha das Flores este ano fica reduzido a seis viagens: uma em Junho, uma em Julho e quatro em Agosto.

Já em 2009, num artigo da minha autoria, com o título "Sete viagens às Flores", mencionava que estava bem "escarrapachado" no Jornal Diário a realização de "cruzeiros semanais para as Flores", onde o vice-presidente do Governo Regional explicava, e passo a citar, que "os horários do Santorini foram elaborados para que os passageiros das várias ilhas possam convergir para as Flores nesta viagem de cruzeiro semanal que se prolongará até 30 de Setembro".

Passados estes anos, esses horários nunca foram cumpridos, a não ser como este ano com quatro viagens em Agosto e uma em cada mês anterior, terminando a convergência de passageiros que se encerra em seis viagens à ilha das Flores.

Fez-me um pouco de confusão quando li no «Diário Insular» que os autarcas das Flores pouco ou nada querem falar no assunto e o que fala ainda desvaloriza, dizendo que a "procura é menor do que a oferta", que do "Faial para as Flores a viagem leva 10 horas e é um canal difícil, mesmo no Verão". O autarca de Santa Cruz está a puxar a brasa à sua sardinha, porque tem a pista ao pé da porta, mas "com o andar da carroça, já se adivinha o que vem lá dentro". Com as lowcost para São Miguel e algumas para a Terceira e com o afundamento da SATA, qualquer dia começam a reduzir viagens, como acontece com o transporte marítimo de passageiros! No que diz respeito às 10 horas do canal Horta/Flores, todos os anos passo nesse canal e, normalmente, levo oito horas e, por vezes, ainda menos. Mas a pior viagem que tive nesse canal foi, há mais de 30 anos, no navio Ponta Delgada, em que as malas andavam de um lado para o outro, e, mesmo assim, não levavamos 10 horas.

Também ouvi na comunicação social o autarca do meu concelho, as Lajes, a convidar todos os açorianos a ir à Festa do Emigrante. Fez muito bem. Só que não se preocupou com os horários do navio, pelo menos com a chegada na sexta-feira e saída ao domingo, como normalmente acontece. Era mais um dia de São Vapor para quem quisesse disfrutar das belezas naturais e sempre dava mais alguma economia à ilha e ao concelho, que também necessita.

Gostava de lembrar ao secretário regional do Turismo e Transportes que as ilhas mais ocidentais dos Açores ainda estão no mesmo lugar, quase tão isoladas como na altura em que o senhor secretário nasceu. Também deveria conhecer bem o isolamento em que essas duas ilhas ficam com Invernos muito rigorosos e longos e os Verões mais pequenos. Por isso, no que diz respeito ao transporte marítimo de passageiros e viaturas, tem que haver escalas e horários muito bem planeados.

Fazer uma viagem em Junho, uma em Julho e quatro em Agosto é desrespeitar os florentinos. Está-se a excluir essas duas ilhas, com viagens a menos. Será que o Verão na ilha das Flores é só de três meses? Será que no mês de Setembro as Flores não têm os mesmos direitos que as restantes ilhas dos Açores? Também nas Flores há festas e muitas belezas naturais que devem ser visitadas por todos os açorianos! A desigualdade é tão grande em comparação às outras ilhas. Só em termos geográficos é que se assemelham. Por exemplo: em Santa Maria só em Julho há cerca de 12 viagens programadas, enquanto para as Flores há apenas uma!

Para o novo presidente da AtlânticoLine, deixo-lhe uma sugestão, já que reduziram nos meses com meia dúzia de viagens, façam o seguinte: duas viagens em Junho, duas em Julho, duas em Agosto e uma a meados de Setembro... Com os ferries novos, que vão custar 80 e tal milhões de euros, vai ser num "abrir e fechar de olhos" para se chegar a todas as ilhas. Espero que as do grupo ocidental não fiquem, mais uma vez, excluídas.

Já que o Dia da Região este ano vai ser comemorado na ilha das Flores espero que não seja só para marcar calendário e que, por fim, as ilhas do grupo ocidental fiquem no esquecimento. Um "batalhão" de personalidades serão agraciadas com insígnias honoríficas, baseado na maioria no espírito partidário. Faço votos para que o Espírito Santo deixe raiar os seus dons nas cabeças desses iluminados governamentais para terem o dever de zelar pelos Açores, mas em todas as ilhas.


Artigo de opinião de João Ventura, originalmente publicado na edição de 15 de Maio do jornal «Diário Insular».
Saudações florentinas!!

sábado, 23 de maio de 2015

Alterações ao trânsito na Fajã Grande

A Câmara Municipal de Lajes das Flores informa que o trânsito estará condicionado na freguesia da Fajã Grande, nas ruas abaixo mencionadas, na próxima segunda-feira (dia 25), entre as 10 horas e as 18 horas, por ocasião das comemorações do Dia da Região:

• Rua da Via d’Água e Rua do Porto - trânsito somente no sentido descendente Sul-Norte;
• Estrada municipal da Ponta da Fajã - trânsito somente no sentido Poente-Nascente no troço entre a Rua do Porto e a Rua da Tronqueira;
• Rua da Tronqueira - trânsito somente no sentido ascendente Norte-Sul.

É pedida a colaboração de todos, e que sigam as indicações das autoridades para que o trânsito e o estacionamento decorram da melhor forma possível.


Notícia: "sítio" da Câmara Municipal de Lajes das Flores.
Saudações florentinas!!

sexta-feira, 22 de maio de 2015

Novas regras para deslocações geram grande revolta dos doentes florentinos

Doentes da ilha das Flores estão revoltados porque acabam de perder regalias nas consultas aos especialistas em São Miguel.

Há quem esteja a tentar organizar uma manifestação para a próxima segunda-feira, Dia da Região. As comemorações este ano são na Fajã Grande.

O secretário regional da saúde deslocou-se à ilha das Flores para conversar com os queixosos.


Notícia: RDP Antena 1 Açores.
Saudações florentinas!!

quinta-feira, 21 de maio de 2015

Apresentação do romance de Nuno Cabral

No passado sábado (dia 16) foi lançado o livro "Abraços do Destino" escrito por Nuno Cabral. O evento decorreu na Biblioteca Municipal contando com a presença do presidente da Câmara Municipal de Santa Cruz das Flores, José Carlos Mendes, que reafirmou a importância do apoio à cultura.

Notícia: "sítio" da Câmara Municipal de Santa Cruz das Flores.
Vídeo: YouTube de José Agostinho Serpa.
Saudações florentinas!!

quarta-feira, 20 de maio de 2015

Limpar e proteger o ambiente marinho

A campanha ‘Açores Entre Mares 2015′ realiza-se em todo o arquipélago a partir de hoje, Dia Europeu do Mar, e até 8 de Junho, data que assinala o Dia Mundial dos Oceanos, com o objetivo de alertar a população para os efeitos nocivos do lixo marinho, identificado como um dos grandes problemas ambientais da atualidade.

A iniciativa, que este ano decorre sob o lema “Lixo Zero no Mar dos Açores”, pretende sensibilizar a sociedade açoriana para a necessidade de gerir melhor os resíduos produzidos, em especial plásticos, que, muitas vezes de forma inadvertida, acabam nas zonas costeiras e no mar.

No âmbito desta campanha será apresentado o PALMA (Plano de Ação para o Lixo Marinho nos Açores), um instrumento estratégico que inclui mais de uma dezena de projetos e iniciativas para dar a conhecer este problema nas águas da Região e para minimizar o seu impacto ambiental, em linha com a Diretiva Quadro Estratégia Marinha e com as políticas nacionais e internacionais sobre a matéria.

O programa da edição deste ano do ‘Açores Entre Mares’ contempla dezenas de ações em todas as ilhas, promovidas em parceria com os Parques Naturais de Ilha, Centros de Ciência regionais, organizações não governamentais de ambiente e clubes navais, entre outras associações e entidades.

Além da apresentação de um projeto de monitorização das campanhas públicas de limpeza costeira e subaquática em todas as ilhas do arquipélago, o programa integra diversas iniciativas, como a exibição de filmes do Festival Cine-Eco.


Notícia: «Jornal Diário», rádio Atlântida e o inestimável "serviço informativo" do GaCS [Gabinete de apoio à Comunicação Social, da Presidência do Governo Regional dos Açores].
Saudações florentinas!!

terça-feira, 19 de maio de 2015

Fotojornalista mostra nosso quotidiano

António Luís Campos refere que na segunda quinzena de Maio irá fotografar nas ilhas das Flores e Corvo, pelo que está aberto a sugestões de pessoas dessas ilhas.

O fotojornalista português António Luís Campos vai publicar na internet, nos próximos nove meses, um total de 276 imagens dos Açores, no âmbito de um projeto iniciado em 2013 que visa mostrar ao mundo o quotidiano das ilhas.

"Crónicas da Atlântida é um projeto de fotojornalismo documental que comecei a fotografar em 2013 e o objetivo é mostrar, na minha visão, o quotidiano dos Açores", afirmou António Luís Campos, acrescentando que "mostra-se mais as paisagens e ainda pouco o que fazem as pessoas nas ilhas".

O colaborador da revista «National Geographic» em Portugal adiantou que as fotografias podem ser vistas na página da internet www.cronicasdaatlantida.org, sendo que o mês de Maio será dedicado à ilha de São Miguel, a mais populosa do arquipélago.

"Uma foto por dia e uma ilha por mês. Serão 276 imagens no total entre Maio de 2015 e Janeiro de 2016. Nestas imagens, o que procurei foi fotografar pessoas e ambientes em que a vida quotidiana decorre", disse o fotojornalista, acrescentando que também haverá "algumas imagens de paisagem, mas que terão a ver com a presença humana".

Segundo o fotojornalista 'freelancer' confesso "apaixonado pelos Açores", o que se pretende com as imagens é mostrar a componente rural das ilhas açorianas, mas também gente jovem, estrangeiros residentes no arquipélago, a parte tecnológica, inovadora e a componente cultural.

Terminado o projeto "Crónicas da Atlântida", António Luís Campos tenciona publicar um livro com as melhores fotos, realizar palestras e uma exposição que gostaria muito de trazer às nove ilhas açorianas, como forma de agradecer a generosidade das pessoas que encontrou pelo caminho, algo cuja concretização vai depender do financiamento conseguido para o efeito.


Notícia: jornal «Açoriano Oriental».
Saudações florentinas!!

segunda-feira, 18 de maio de 2015

CMSCF erradica esgoto no Porto Velho

O município de Santa Cruz das Flores, de forma a tornar o concelho num local "amigo do ambiente", construiu uma fossa séptica no Porto Velho assim permitindo erradicar descargas de águas residuais que desde há 50 anos eram efetuadas diretamente para o mar, contribuindo para um melhor funcionamento do sistema de gestão resíduos da autarquia.

Notícia: "sítio" da Câmara Municipal de Santa Cruz das Flores.
Saudações florentinas!!

domingo, 17 de maio de 2015

Homenagem a Pedro da Silveira

Pedro Laureano Mendonça da Silveira nasceu na Fajã Grande, a 5 de Setembro de 1922, vindo a falecer em Lisboa, em 2003, mais conhecido por Pedro da Silveira, foi poeta, crítico literário e investigador. Deixou uma vasta obra que, infelizmente, não está muito publicada/conhecida...

Este vídeo é apenas a apresentação de uma homenagem - merecida há muito - a um dos expoentes da escrita na ilha das Flores, visto o vasto programa de homenagem com convidados de honra, bem como algumas actividades, darão lugar a um longo trabalho de reportagem que será público a seu tempo.


Vídeo: YouTube de José Agostinho Serpa.
Saudações florentinas!!