segunda-feira, 26 de julho de 2010

Deputado Paulo Rosa quer saber qual o património baleeiro da ilha das Flores

O deputado do CDS-PP, Paulo Rosa, questionou o Governo [Regional dos Açores] sobre "qual o património edificado que se pretende que venha a integrar o Roteiro da Faina Baleeira da ilha das Flores". O deputado centrista pretende saber também se esse património "irá integrar a recuperação das vigias da baleia", existentes naquela ilha.

Num requerimento entregue no Parlamento açoriano, Paulo Rosa solicita esclarecimentos sobre o Roteiro da Faina Baleeira das Flores, recentemente lançado pela Adeliaçor, e que já está até devidamente assinalado.

No entanto - prosseguem os centristas - "sobram dúvidas quanto ao património que incorporá esse Roteiro, para além das infra-estruturas de maior dimensão, ligadas à faina baleeira, há outras, de menor dimensão, que foram fulcrais no desenrolar dessa actividade, nomeadamente, as chamadas vigias da baleia".

Por essa razão, o CDS-PP questiona sobre se "além do edificado, que outro património, designadamente, botes, lanchas e artefactos, será recuperado e disponibilizado no âmbito do referido Roteiro".


Notícia: RTP/Açores e sítio do CDS/PP Açores.
Saudações florentinas!!

8 comentários:

Anónimo disse...

Senhor deputado Paulo Rosa é óptima e de grande interesse para o património baleeiro das Flores,há muito tempo que passo na zona industrial junto aos armazens do Arlindo e vejo 3 botes ao rigor do tempo cheios de lixo.
São 3 reliquias de um passado de histórias,dealegrias,detristezas dói alma quem por lá andou.
Quando vou ao parque atlântico e vejo 1 bote com a vele içada e o gincho de puxar as baleias expostos ao publico,intorrogome porque os nossos estarem abandonados.

DR.PARDAL disse...

Esta gente está sempre à espera do governo para recuperar isto ou aquilo.

Se os botes têm dono, este é que os deve preservar.

Se não pode conservá-los, deve-os vender a quem estiver interessado ou do'a-los a alguma instituição, museu ou club naval.

Em muitas regiões do mundo, a dita «sociedade civil», através de associações ou clubes é que tomam conta deste património.

Aqui é governo, e governo, e mais governo.

Eu quero é que o governo governe e deixe de andar com o livro de cheques a comprar «peças» como antigamente os franceses andavam.

Será que alguém tem «vigias» pr'a vender?

Anónimo disse...

Respondendo ao título do post aconselho sériamente a perguntarem ao antigo Director do Museu das Flores! Quanto ao comentário do Pardal, ou Drº alpista, nem comento dada a quão grande ignorância que reina naquela cabeça, comentar seria mais ou menos como água dura em pedra mole, aliás o tipo está em todas, um verdadeiero "opinion maker" !! Invejo tamanha cultura e inteligência de facto.... (abençoados os pobres de espírito porque verão a Deus)

DR.PARDAL disse...

Eu, é que vos topo.

Nesta Região, obviamente incluindo todas as ilhas, o governo recuperou muito «património» disto e daquilo, e que nunca passou de projectos pessoais ou de bons investimentos para os seus (ex) ou actuais proprietários.

Muito «turismo rural», muito «turismo de habitação», muita «quinta» recuperada/apoiada/subvencionada e que em muitos casos não passou duma bem conseguida operação de recuperação imobiliária.

O mesmo já aconteceu com moinhos de vento, de água, barcos, barquinhos, barcaças, lambretas, penicos e entulho em geral.

Tudo a pretexto de «coltura», às vezes para satisfazer o ego de «investigadores» da treta...

O Dr.Pardal tem três ou quatro divisões duma loja carregados de móveis antigos, alfaias agrícolas e utensílios de cozinha antigos e várias maquinetas.

Será que o Governo ou alguma Câmara pode ficar com isto?

DR.PARDAL disse...

Eu quando quiser fazer um bom «caldo de peixe» sei muito bem quem devo consultar.

Obrigado pela «dica», caro anónimo das 14:27.

Anónimo disse...

Paulo Rosa um verdadeiro florentino. Gostava de saber onde anda o Manuel mania, ninguém ouve falar nele, sera que o pereira ja conseguio o que queria? Das duas uma, ou esta bem caladinho no seu canto a ganhar o dele ou entao ja se reformou e ninguem sabe. Mas para o povinho ca da terra é muito bem feito, cada um tem aquilo que merece.
Paulo queres um conselho,nao trabalhes muito pois esta terra so valoriza canalha de fora como o pereira e malandros como o manuel maria. Ganha o teu fazendo pouco ou entao tambem corres o risco de nao voltares à assembleia.

Anónimo disse...

Pois Pardal, concordo plenamente contigo, mas quando se diz para o governo governar e deixar de intervir naquilo que não deve, quase que se matam, cai o carmo e a trindade e nem pensar em tal barbaridade.

Anónimo disse...

Gostaria de fazer um pedido aos nossos deputados da oposição da assembleia municipal para perguntarem ao Pereira e seusw assessores,quanto vai custar ao erário público a festança do porto das poças?????????