sábado, 4 de dezembro de 2010

Derrocadas ocorridas na Fajãzinha


Vídeo-reportagem realizada por Rui América.
Solidárias saudações florentinas!!

14 comentários:

Fórum ilha das Flores disse...

Deve também ser vista uma outra reportagem de Rui América, com testemunho do senhor José Castelo e intervenção do presidente da Câmara Municipal das Lajes das Flores, o senhor João Lourenço.

Anónimo disse...

E a Ponta da Fajã aguentou-se?

Anónimo disse...

Já não vivo na nossa terra á trinta e cinco anos e estas imagens só me fazem chorar e foi muito bom não ter havido vitimas.

DR.PARDAL disse...

É cada vez mais frequente a ocorrência de tragédias desta natureza.

Hoje foi na Fajãzinha, amanhã poderá ser noutra freguesia, ou noutra ilha.

O clima anda cada vez mais instável e imprevisível e a nossa geologia e orografia são factores de risco para potenciar este tipo de tragédias (cheias, enxurradas, derrocadas,etc), como já tinha havido na freguesia de Ponta Delgada, como foram as tragédias da Ribeira Quente ou mesmo o ano passado na freguesia de Agualva, na Ilha Terceira.

Felizmente não houve vítimas e julgo que as autoridades de protecção civil agiram com a celeridade possível.

Se a Fajãzinha fosse um lugar densamente povoado poder-se-ia esperar o pior.

Também devemos lembrar da Ponta da Fajã, pois a qualquer momento poderá acontecer uma tragédia desta natureza.

Tudo isto é um novo alerta quanto à ocupação dos solos, à construção de moradias ou de infra-estruturas públicas em zonas críticas quanto à sua localização, orografia e passagem de linhas de água.

Presto aqui a minha solidariedade para com os bravos habitantes daquela linda freguesia e certamente, com a ajuda de todos, a freguesia vai voltar à normalidade.

Anónimo disse...

Mas a ponta da fajã ainda é habitada?
pensei que tinham recebido subsidios para saírem de lá! Ou Arrendaram as casas?

Anónimo disse...

Sim, a Ponta da Fajã Grande aguentou-se, certamente não é lugar de tanto perigo como alguns querem que seja.

Anónimo disse...

pensem nas desgraças que ouve e deichem de andarem a dizer babozeiras.

Anónimo disse...

Actualmente não vivo na ilha mas bem sei como é dificl a recuperação do susto, o medo que volte a acontecer a mesma coisa, emfim ser ilheu é isso mesmo, é viver com o coração nas mãos pois o futuro é uma incerteza!
Espero que a freguesia recupere rápidamente do susto e que tudo volte à normalidade o mais rápido possivel.

Dylan disse...

Uma zona tão bonita merecia melhor sorte. Força Açoreanos!

Fórum ilha das Flores disse...

Pode ser vista mais outra vídeo-reportagem de Rui América: "[ontem] Um dia depois, com muita força de vontade e com o apoio de todos tudo irá voltar à normalidade. Se os trabalhos correrem bem e o tempo ajudar na segunda-feira, poderão circular as viaturas 4x4 pelo caminho secundário que esta a ser feito como alternativa."

De notar ainda que só haverá electricidade na Fajãzinha "dentro de dias" [conforme as notícias do «Açoriano Oriental», «Jornal de Notícias», «Correio da Manhã» e semanário «Sol»] e que o "Governo [Regional] arranca com reparação dos estragos causados pelo mau tempo na ilha das Flores".

Fórum ilha das Flores disse...

A RTP/Açores também tem feito cobertura noticiosa destes acontecimentos: "Chuva forte provoca evacuação da Fajãzinha" [vídeo da notícia no «Telejornal RTP/A» de ontem] e "Fajãzinha vai continuar sem electricidade" [notícias (vídeo 1 e vídeo 2) no «Telejornal RTP/A» de hoje].

DR.PARDAL disse...

Estas imagens passaram no canal europeu "Euronews» na rubrica «non comment».

Um excelente trabalho do Sr.Rui América.

Anónimo disse...

Em momentos de grande aflição o povo das Flores é solidario, muita força para a Fajanzinha. A presidente da junta é novinha mas soube estar a altura do acontecimento, ajudou a sua população, parabéns por apostarem nos jovens desta terra pois eles são capazes de gerir a sua terra, vocês em Santa Cruz tem de exportar o pereira para longe, aquele gajo é pior que uma praga: o vosso concelho está a ficar cada vez mais descaracterizado!!! Abrem os olhos enquanto é tempo e preservem o vosso concelho, a vossa terra, a vossa ilha!

Anónimo disse...

é a diferença entre quem é da terra e quem caiu de para-quedas por estes lados.
já tentamos exportar aquela abécula, mas trocaram as voltas e na ultima da hora ele conseguiu segurar-se ao osso!