quinta-feira, 26 de abril de 2007

Obras de requalificação e ampliação do Porto de Pescas de Ponta Delgada

Cerca de 1,6 milhões de euros é quanto o Governo Regional dos Açores vai investir na obra de ampliação do Porto de Pescas da freguesia de Ponta Delgada, cuja primeira pedra foi ontem lançada pelo subsecretário regional das Pescas, Marcelo Pamplona.
A empreitada, a cargo do consórcio formado pela Somague e pela Tecnovia, prevê o alargamento dos terraplenos e a construção de um muro-cortina e de dois troços de cais com 35 metros de comprimento, onde será instalada uma nova grua com capacidade para sete toneladas.
Na ocasião, o subsecretário regional das Pescas disse que a requalificação daquele porto, com vista a poder receber embarcações até 19 metros de comprimento, representa “uma aposta do Governo Regional no reforço e recuperação” do elo que, de há séculos a esta parte, liga a freguesia de Ponta Delgada ao mar. Segundo referiu, a obra vai reforçar as “acessibilidade marítimas na zona Norte da ilha das Flores”, com reflexos directos na pesca, nas actividades marítimo-turísticas e no recreio náutico, contribuindo, assim, para um maior desenvolvimento económico daquela freguesia.
Para Marcelo Pamplona, a requalificação do Porto de Pescas de Ponta Delgada “não só permitirá estreitar a ligação entre as Flores e o Corvo”, melhorando a coesão entre as duas ilhas do Grupo Ocidental, como possibilitará, também, que aquela freguesia “comece a ser visitada por nautas e pescadores oriundos de outras localidades”.

Notícia: «Jornal Diário».
Saudações florentinas!!

16 comentários:

florentino disse...

talvez venha um pouco tarde, mas como diz o povo, antes tarde que nunca...

Anónimo disse...

EU DIGO...
TARDE É O QUE NUNCA CHEGA.

PD

realista disse...

Com todo o respeito pelas pessoas de Ponta Delgada, é um investimento desmesurado para uma localidade que tem apenas um barco de pesca profissional, e três barcos semí-rígidos. Se dessem àquele armador e pescador meio milhão de euros para ele adquirir um barco a sério, ainda poupávamos 1.1 miçlhões de euros, grosseiramente, quatros euros pora cada açoreano

Ocidental disse...

Realista...com todo o respeito tambem, mas permite-me que te faça ver as coisas de um outro angulo !
Todos nos sabemos que o porto ja não tem o movimento que tinha nos tempos antigos, e que actualmente sao poucos os barcos que por ali passam..ate aí estou de acordo, mas o Governo tem esse dinh€iro para investir...e se nao o investir cá...investe noutro sitio qualquer que nao seja na Ilha das Flores !
Por isso ja que é para gastar tamanha quantia...que seja cá!
Senao com esse dinheiro...fazem umas pontas de estrada, uns jardins ou outra coisa qualquer noutra ilha qualquer e nós continuamos "parados" no tempo!
Por isso se é para gastar que seja em Ponta Delgada !

Anónimo disse...

Mas então não sabiam que ha falta de um porto em condições em Santa cruz,onde esta a maioria das embarcações de recreio e os pescadores profissionais!!
Porque fazer um cais de 35 metros para 3 barcos e meio !!!!!! quais embarcações de 19 metros ???

Rui Alberto disse...

Se não haviam as minimas condições é claro que já quase não existiam barcos em Ponta Delgada.
Com um porto e segurança é natural que voltem a aparecer mais algumas embarcações.

Realista disse...

Em parte estou de acordo, vamos distinguir "gastar" de "investir". Que se invista o dinheiro nas Flores, sem dúvida. Mas como disse o anónimo acima, onde esse investimento seja rentabilizado. que condições de pesca tem o Porto Velho, em santa Cruz: nenhumas, enbora tenham andado a fazer umas macaquices lá. Ou nas Lajes. Deixê-mo-nos de saloíces, a Ilha é tão pequena, tanto faz ser nas lajes como em Santa Cruz, mas em lugar onde seja rentabilizado. Quanto a novos pescadors em Ponta Delgada: Daqui a 10 anos, os que cá estiverm, que contém quantos são. Mas não façam o que fizeram nas Poças, onde agora, com determinados ventos, a ondulação é muito maior do que antes.

realista disse...

E para concluir: mais falta fazia ao pessoal de Ponta Delgada o fecho da estrada das Lombas para o Morro Alto; o arranjo da estrada dos caimbros, e o arranjo da estrada entre Santa cruz e Ponta Degada, que daquí a pouco vai parecer o crivo de um aguador de tantos buracos que vai ter

Rui Machado disse...

A minha opinião não serve de nada, mas a meu ver os pescadores de P. Delgada tem necessidade de obras no seu porto, tambem penso que a edeia do Governo Regional é este porto servir o Corvo por ers a zona mais perto.

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
Anónimo disse...

O governo`à procura de votos os nossos não representam nada para eles por isso não se termina as obras do Porto comercial das Flores localizado nas Lajes que tinha necessidade de mais um aumento de quebra mar como a Somague está a fazer na Praia da Vitoria e a marina para dar condições aos iates que aqui chegam e não são poucos .

Rui Alberto disse...

Fazer uma marina dentro do porto das Flores é um suicidio!
E acho muito bem que se melhore o porto de pescas de Ponta Delgada!

Anónimo disse...

Marina nas lajes ???
Para ser como na graciosa em que o Porto não é na sede de Concelho, mas sim na freguisia da Praia?

Anónimo disse...

e o que é que tem a ver o porto da graciosa com o porto da capital das flores sendo as lajes.

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
Anónimo disse...

Critica para aqui...critica para lá... Mas o que a população tem é inveja...

O melhoramento do Porto de Ponta Delgada só vem ajudar ao Desenvolvimento de Ponta Delgada, o que se torna como beneficio não só para os pescadores mas para toda a População visto que a área para os banhistas também vai ser melhorada...