quinta-feira, 9 de fevereiro de 2017

Pode estar em causa a produção de carne

O deputado florentino Bruno Belo está preocupado com o anúncio do Governo de que não vai renovar os contratos no âmbito da extensificação da produção pecuária por terem sido esgotadas as verbas.

Num requerimento entregue na Assembleia Regional, através do qual o Governo é instado a confirmar se irá renovar os contratos findos durante a vigência do ProRural+, o deputado do PSD considera que o Executivo foi “incapaz de prever as necessidades orçamentais futuras para manter esta medida, tornando imprevisível o futuro das explorações no modelo extensivo, promovendo mesmo o seu abandono e pondo em causa o mercado dos bovinos com as características que se procura valorizar”.

Bruno Belo defende que cabe ao Governo Regional apresentar um programa estruturado para a produção de carne nos Açores que promova a extensificação, mas fundamentalmente o abate na Região e apoie a logística e o acesso da carne a mercados de maior valor comercial: “Sem esta valorização nos mercados, restará ao Governo garantir os apoios públicos para compensar a manutenção do modelo extensivo, para todos os produtos que se candidatem a este apoio agroambiental”, sublinha o deputado social-democrata.

O deputado Bruno Belo lembra ainda que a “manutenção para a extensificação da produção pecuária garante, por um lado, a viabilidade das explorações e, por outro, a preservação de um modo de produção adoptado por produtores, técnicos e pelo Governo Regional, enquadrada, aliás, nas orientações da Política Agrícola Comum e do desenvolvimento rural sustentável”.


Notícia: "sítio" do PSD Açores.
Saudações florentinas!!

9 comentários:

Anónimo disse...

Este governo vá matando lentamente os agricultores destas ilhas mais pequenas especialmente as Flores.
Obrigado Bruno Pela informação.

Anónimo disse...

Este, espicaçado pelas investidas do deputado comunista, anda agora num desassossego, para não perder a carruagem.
Se houve um governo que cortou, reduziu e mingou na agricultura foi o do Passos/Portas. Na altura este senhor não tinha pio.
Tudo vimes da mesma cepa.

Anónimo disse...

Bem discreto ganha ordenado de deputado e ainda fala do seu sector vacas,e mais vacas é de morte

Anónimo disse...

este bruno nãose importa com a produção de leite nas flores .aja paciencia

Anónimo disse...

ò sr. deputado exportar animais com denominação I.G.P. como os que V. Excelência e outros espertos como o Sr. exportam é que é passar gato por lebre . e ainda por cima com a conivência da nossa associação agrícola.

Anónimo disse...

A Lavoura nas Flores esta muito mal representada a começar pela associação e respetiva direção, segundo consta-se que há uns espertos que se vão safando e a raia pequena vá vendo a banda passar, os produtos são mais caros para fazer face aos taxinhos penso que é gente a mais e os sócios depois é que pagam. Tudo isto com a conivência do poder politico.

Anónimo disse...

A segurança social, como se sabe, está falida. Cortaram-se nos apoios, aumentaram-se taxas e carregaram-se nos contribuintes mais uns fardos às costas.

Vem agora um deputado eleito pelos Açores apresentar um projecto de resolução para que os produtores de leite cru de vaca fiquem dispensados do pagamento de contribuições para a segurança social. Os produtores de leite cru de vaca, só usufruem? Não pagam? Quem é que a vai pagar então os serviços que lhes prestam? Os outros? País de trampas.

Anónimo disse...

ó Sr. deputado o sr.já veio tarde apresentar este requerimento ,porque mal se soube desta medida já tínhamos o deputado João Paulo Corvelo a falar com o secretário para resolver a situação das ilhas em que a extensificação é mais implementada , e o que ficou foi que outras verbas da comunidade europeia serão canalizadas para a extensificação

Anónimo disse...

Vêem? Fala-se com o secretário e resolve-se. O outro, ficou sem assistentes para o show que queria dar, e o Pereira ficou de sacristão caladinho num canto a rir. É politica, é politica...