segunda-feira, 12 de abril de 2010

Câmaras são principal foco de corrupção

Perto de 69% dos processos instaurados por corrupção no sector público envolvem Câmaras Municipais e 10% dos arguidos são políticos.

É no poder local que se concentra o maior número de casos de corrupção, segundo um estudo do Departamento Central de Investigação e Acção Penal e do Centro de Investigação e Estudos de Sociologia do ISCTE sobre a corrupção participada entre 2004 e 2008. Na administração central é o Ministério da Administração Interna - que tutela as forças de segurança e a ex-Direcção Geral de Viação - que regista mais casos (10,1%) de corrupção.

As conclusões do estudo, elaborado a partir de 838 processos, demonstram que é o sector privado, nomeadamente na área da construção civil (18,2%), que originou mais processos. O estudo conclui, também, que mais de metade dos casos terminam em arquivamento por falta de elementos probatórios (provas) e 30 por cento continuam em investigação. Apenas 3,6 por cento dos processos terminaram com condenação dos arguidos. A ausência de prova é também o motivo que justifica a maioria das absolvições nos processos de corrupção. No universo da criminalidade económica, a corrupção é o crime mais cometido (46,3%), seguido do peculato (32,9%).

Apesar da caracterização sociográfica dos arguidos não permitir, segundo os investigadores, traçar o perfil do corrupto, a maioria dos arguidos é constituída por homens, casados, com cerca de 45 anos, sem antecedentes criminais e com vínculo contratual definitivo. Quanto à sua categoria profissional, 10 por cento são políticos no caso de processos de corrupção, subindo a percentagem para 27 por cento quando se trata de casos participação económica em negócio e peculato.


Notícia: «Jornal de Notícias».
Anteriormente já havíamos informado no «Fórum ilha das Flores» que "Nem metade das autarquias açorianas efectuaram a entrega do plano para a prevenção dos riscos de corrupção".

Saudações florentinas!!

15 comentários:

DR.PARDAL disse...

Qual é a novidade?

Acham que muitos dos que concorrem às autarquias como loucos e possessos, vão para lá tratar da vida dos outros?

Aquilo foi sempre um bom «investimento» com «retorno de capital» assegurado.

Até muitos vão na procissão do S.Santo Cristo agradecer a dádiva «divina»...

Anónimo disse...

E há também gente séria!
Ou não há?

E há também gente invejosa e maldizenta!
Ou não há?

Anónimo disse...

sr.doutor pardal não seja maldoso isso não é bem assim temos la pessoas boas que ajudam o proximo e vao continuar a ajudar se Deus quizer ainda falta muito para acabar o tempo e nas proximas havera mais alguem que tambem ajudara concerteza

Anónimo disse...

Tem razão Dr. Pardal, primeiro nós e depois vós!

Anónimo disse...

na proxima ponham os filhos juntamente com o mais novo vereador eleito nas últimas.assim fica tudo em familia,e é sinal de bom trabalho continuado.é disto que o povo gosta e serão eleitos de certeza.boa sorte....para as carteiras

Anónimo disse...

Ficar tudo em familia é algo velho na nossa ilha!

Anónimo disse...

As câmaras são generosas os seus pagamentos são assim: pataca a mim pataca a ti e a mim pataca.
Uma para ti e duas para mim.
Assina
O Tesoureiro

Anónimo disse...

Ele para tirar carta de barco fez como o socrats para ser inginheiro, pagou e e esta gente que nos governa

Anónimo disse...

toma juiso nesta cabeça e deicha de lavar roupa suja.

Anónimo disse...

nem quero dar a minha opinião sobre este assunto mas só vos digo: só nesta terra é que elegem um palerma qualquer oriundo de Portugal continental, só nesta terrinha! Até parece que não existem Florentinos capazes de governar o seu concelho, tenho vergonha de ter nascido nesta terra de gente feia, má, mesquinha, mentirosa, mal cheirosa, burros...

Anónimo disse...

A mãe camara sempre foi generosa.Havia quem recebia ordenados de 3 trabalhos e apenas faziam um.

Anónimo disse...

bem dito o do 18:39

os capões e as galinhas chocas que votam por continentais para governar a ilha das flores, precisavanm dos testiculos aparados e arrumados nas entranhas das galinhas chocas.

Anónimo disse...

alto e para o barco!!! governar as flores deves estar doido=???cá na capital lajes o presidente é da própria vila e estamos satisfeitos com ele. voces por ai é que não tem competencia por isso tem que haver um de fora da ilha para vos mandar.

Anónimo disse...

clarissime, quem vota para um de fora gvernar e porque não tem competentes em casa , que vergonha
a minha fregusia fazenda das lajes jà dei um bom presidente
Fazendeiro

Anónimo disse...

pois...pois... os grandes cargos em santa cruz são mandados por pessoal do concelho das lajes.