segunda-feira, 1 de novembro de 2010

Alguns efeitos da austeridade do PEC3

A partir do dia 1 de Novembro [hoje], mais de 8.500 crianças açorianas deixam de receber o abono de família e as restantes vão sofrer uma redução de 25% desse apoio social.

Notícia: RTP/Antena 1 Açores.

O mais insólito (ou, se calhar, nem por isso) é o facto da maioria par(a)lamentar socialista na Assembleia Regional ter rejeitado [no passado dia 22 de Outubro] uma proposta apresentada pelo PCP, que defendia que as medidas de austeridade anunciadas pelo Governo da República não fossem aplicadas no arquipélago; a proposta do deputado regional do PCP pretendia então que a Região rejeitasse qualquer redução salarial ou aumento fiscal das famílias açorianas, mas também cortes no investimento público. Chumbado pel@s "socialistas"!!

Mas... nem passada estava uma semana, lá vieram os sociais "paninhos quentes" da governação xuxialista: (afinal) o Governo Regional diz que irá reforçar o abono de família dos agregados açorianos mais carenciados.
A proposta comunista que foi considerada má pelo grupo par(a)lamentar regional "socialista" (que a chumbou!) poderá ser (em parte) implementada pela governação regional xuxialista, ainda que não se saiba ao certo em que moldes afinal será realizado esse "reforço ao abono de família dos agregados açorianos mais carenciados"...

1 comentário:

DR.PARDAL disse...

Não vão tirar um cêntimo às reformas milionárias e injustas dos politicos e ex-gestores e outros parasitas do Estado, mas vão tirar o abono de família a famílias de parcos recursos.

Isto é uma vergonha.

As famílias deviam revoltar-se, pois o dinheiro da segurança social não pertence a estes politicos incompetentes, mas sim aos trabalhadores que descontam, que pagam juros de moras, coimas, taxas e o diabo a quatro!

Numa altura em que o país está envelhecendo, isto é mais uma machadada para quem quer ter filhos e criar filhos!

Não há para abonos de famílias de gente pobre e remediada que tanto trabalha e está a pagar casa, mas há dinheiro para champanhe Don Perignon, telemóveis pr'a menina e pr'o menino dos gabinetes de Suas Excelências, viagens a granel, despesas de representação, senhas disto e daquilo, etc.

É isto o vosso socialismo, ó tristes, ó incompetentes, ó chulos da sociedade?