quinta-feira, 27 de maio de 2010

Câmara das Lajes em alta financeira

O município de Lajes das Flores está entre os 30 melhores municípios de pequena dimensão em termos financeiros. No oposto, Vila Franca do Campo, Praia da Vitória e Ponta Delgada apresentam as maiores dívidas e passivos em crescimento.

O ranking global dos 30 melhores municípios em termos financeiros e de pequena dimensão, coloca as Lajes das Flores em 7º lugar nacional, numa lista liderada por Penacova, em que está igualmente Vila do Porto (9º), Santa Cruz da Graciosa (10º), São Roque do Pico (13º) e Santa Cruz das Flores (23º).

Os dados fazem parte do Anuário Financeiro dos Municípios Portugueses 2008, divulgado recentemente pela Ordem dos Técnicos Oficiais de Contas. O relatório faz uma avaliação ao universo patrimonial, contabilístico e financeiro de todos os 308 municípios portugueses – entre eles, 19 açorianos – referente a 2008.

Numa análise efectuada ao extenso documento composto por 320 páginas, as autarquias de pequena dimensão com menos dívidas foram as Lajes das Flores (3º lugar nacional), Santa Cruz da Graciosa (6º), Santa Cruz das Flores (7º), Vila do Porto (11º), São Roque do Pico (14º) e Corvo (21º).

Da listagem dos 50 municípios com maior independência financeira em 2008 não consta nenhuma autarquia açoriana; pelo contrário, os Açores surgem no ranking dos cinquenta municípios com menor independência financeira. O Corvo surge em 1º lugar, seguindo o Nordeste (2º) e Vimioso (3º). A Região surge igualmente na lista com Santa Cruz das Flores (6º), Lajes do Pico (9º) e Lajes das Flores (10º).

Entre os municípios açorianos com o menor grau de execução da receita cobrada, relativamente à receita liquidada, está a Horta (2º lugar), Madalena do Pico (3º) e Praia da Vitória (23º). Os municípios açorianos com maior grau de execução da receita cobrada, em relação ao orçamento da receita, são Santa Cruz das Flores (28º lugar nacional) e a Calheta de São Jorge (2º).


Notícia: jornal «A União».
Entretanto, o Governo Regional assinou [ontem] protocolos com instituições financeiras para o lançamento duma linha de crédito de apoio para empresas com dívidas de municípios [açorianos].

Saudações florentinas!!

43 comentários:

Anónimo disse...

deve ser por isso que em 2008 a festa do emigrante foi uma cagada ,em 2007 igualmente , e em 2010 que faz 25 anos de festa vai ser a vergonha. mas qizeram votar JL ai esta o resultado. é preferível gastar € em maquinhas que estam sempre avariadas cm éo caso do camiao do lixo que encrontra-se avariado e nao ha recolha de lixo desde terça feira... JL e companhia no seu melhor

Anónimo disse...

temos um presidente na camara das lajes que faz obras e quer sempre fazer mais. e faz! mas sabe controlar os dinheiros.

Anónimo disse...

A ver se cala muita gente!!! 7º lugar!!!

Anónimo disse...

E ja agora alguem sabe como esta o concurso do novo bairro de moradias das lajes? Tal trapalhada de concurso....Só mesmo nas Lajes....Ahahaha...Já sabem quem fica com as casas?...os filhinhos dos ditos magnatas das Lajes...alem disso ainda ouvi um zumzum que está atrasado porque há duas "meninas" que querem as casas juntas...Será para abrir a parede interior e fazerem uma "festinha"...lolCaso para investigar...ahahah

Anónimo disse...

ele que invista nos 25 anos da Festa do Emigrante, é uma vergonha ter assassinado aquela festa da maneira como o JL fez!

Anónimo disse...

Realmente o presidente da Câmara das Lajes sabe controlar tudo muito bem, também tem gente que o ajuda.
O anónimo do dia 27,das 10.34 preferia ter festa rija,se o amigo quizer festa que a faça,lembre-se que gastar muitos milhares na festa e depois estar a apertar o cinto que não dá muito certo,fazer gastos inormes para aqueles 4 dias de festa?não vale a pena,o pessoal que vem cá não vem com ideia de de gastar algum nem nas tascas.
Agora sim senhor,a Camara nos primeiros 7 é proeza e grande,quando anunciavam que a Camara estava na banca rota e agora lemos isto,meus amigos é de lhe tirar o Chapéu,parabêns pela administração.

DR.PARDAL disse...

Quem quiser festa que a faça!

Gastar dinheiro em folguedos e pimbalhadas não são tarefas duma câmara.

Preservar o nosso património cultural e etnográfico, sim.

Neste particular a CML está certa e como estamos em tempos de severa crise todo o tostão poupado é boa gestão.

Quem quiser «violas e brasileiras», como disse o presidente Carlos César, que pague da sua algibeira!

Muitas Cãmaras dos Açores estão completamente falidas pois durante estas últimas décadas deram prioridade ao «comer» e ao «boer».

Anónimo disse...

queria aqui dizer qualquer coisa sobre a festa do imigrante e referente a 2008 e 2009. em 2008 não estive nas flores mas vi um video da festa com um cortejo a moda antiga coisas do tempo em que eu me criava e achei lindo que me fez voltar ao passado em 2009 foi bom pena foi o tempo não ter ajudado.

Anónimo disse...

Deve ter havido aldrabice na informaçao das contas

Anónimo disse...

No caso das Lajes não me parece ter sido boa gestão.
É nem sequer saber gastar.

Pato Bravo disse...

É de louvar essas noticias,mas os pagamentos a fornecedores demoram e não é pouco.

Anónimo disse...

As ilhas ocidentais dos Açores enriquecem a olhos vistos.

As Flores, e muito bem, e o Corvo, com a nova fonte de receitas.

Anónimo disse...

Que se lixe os grandes festejos da Festa do Emigrante ou outras.
Essas festas duram 3 dias.
Para acomodar os turistas das Festas (se vierem) dá mais despezas que lucros. Eles dormem nos barcos. Quem é esse que quer que o JL meta a CMLF no fundo para fazer festas de fama?
JL aguenta-te.Deixa lá esse jarreta.

Anónimo disse...

Que grande anedota. E ainda há "patos" que acreditam. Estão mais tesos do que os falidos, devem carradas aos fornecedores, têm feito asneiras atrás de asneiras nas aquisições e obras, transparência nem vê-la e ainda há gente que aplaude... porca miséria...

Anónimo disse...

Uma coisa são as estatisticas, que nos põem como etiopes esfomeados, outra o que agente vê, com as pessoas a viverem bem e a passarem as suas férias de verão.
Os números são assim.
Enganam.
Se a Camara das Lajes leva séculos a pagar aos fornecedores, é porque as gavetas não estão cheias.
Ou será que estão?

Anónimo disse...

eu sou a favor das festas mas gastar só o que se pode.sabemos que em todas as ilhas as festas ajudam a cativar o turismo e quem faz a festa é o povo sem entresses financeiros.na ilha terceira faz mais festas do que as outras ilhas e cada freguesia tem uma comição que passa pela porta de todos a pedir dinheiro para a festa. também já ouvi falar que nas festas de são joão aquelas roupas das marchas cada pessoa paga a sua e é assim que se faz festa.

Anónimo disse...

é preciso ter dinheiro para fazer a nova piscina cá em baixo no porto para fazer quebra mar e depois a piscina gasta-se um bocado de dinhaeiro.

Anónimo disse...

e do novo bairro ninguem fala??? aahahahahah acho que já saiu a lista definitiva das casas...lol

Anónimo disse...

Com mar quanto queira à sua volta, o que a ilha das Flores precisa é de uma piscina.

Louvado seja Deus!

Anónimo disse...

eu não é que disse que se iria fazer uma piscina mas sim alguem na altura das ileições.

Anónimo disse...

O joão Lourenço devia dar umas lições de como se trabalha,e como se gere os recursos financeiros de uma câmara.
parabéns João.

Anónimo disse...

sim realmente as lajes esta muito desenvolvida muita iniçiativa privada quem é o empresario nas lajes que mais tem cresçido nos ultimos anos

Do meu ponto de vista:. disse...

Nao sei se sabem mas a pisicina nao é daqelas às quais se vai tomar banho... muito pelo contrario existe para que pessoas como é o caso dos alunos das escolas ali perto tenham opurtunidade de fazer nataçao propriamente dita! para alem disso pod vir a servir (s ainda nao o fazem) para higroginastica, coisa q fazia muito bem a muita gente por ai... nem so por uma questao de saude mas tambem pa aliviarem o stress que vcs tem cada uma....

Quant a festa do emigrante... tenh q concordar! a verdade e q esta festa faz part da tradiçao e acabar cm ela e acabr cm uma part da cultura florentina.... Acham isso correto? na minha opiniao deviam se esforçar para dar uma festa mais "atractiva" porque neste tipo de festas faz.s muito dinheiro, nao so com bebida mas a festa do emigrant e tbm conhecida pelas suas lojinhas pela avenida toda.... e apostar na boa musica para atrair as pessoas nao e nada mal pensado... eu ca nao sou grand fa de musica pimba mas a verdade e q atrai pessoas... mas deviam apostar tbm em bandas mais jovens e ha muitas q nao sao tao caras como isso e ha ate akelas q vao actuam ate de graça se pagarem viagens e refeiços e estadia... nao e nada dificil e so procurar...

Nao estou a pedir para fazerem uma segunda semana do mar mas uma festa do emigrante em condiçoes quere.se....

*BP

DR.PARDAL disse...

Quem quiser festa que mande vir artistas e «fogo preso» à sua custa!

Vocês precisam é de trabalho para cima do lombo!

Anónimo disse...

qual festas qual carapuça. ninguém precisa de grandes festas, nem de piscina há lá piscina melhor do que alivre agua do mar.?
as piscinas toda a gente mija nelas arrrrrrrr

Anónimo disse...

estou de acordo com a ideia do anónimo do dia 29 ás 00,58 não acabar com a festa do imigrante mas sim tentar trazer sempre mais pessoas á ilha até e já alguns tempos atrás falei que se fize-sem a festa do mato no mes de julho que estaria muitos imigrantes e até alguns que nunca tiveram o praser de ver tão bonita festa no tempo em que viviam cá.como diz o pardal precisam é de trabalho plenamente de acordo mas o ser humano necessita devertimento e para isso tem de existir as festas .

Anónimo disse...

pois...pois...eu estava em pensar este ano dar uns mergulhos na nova piscina no porto das lajes e não vejo o inicio da tão prometida obra.

Anónimo disse...

queres dizer que naquela piscina de santa cruz toda a gente mija dentro dela.

Anónimo disse...

eu tenho 62 e dois anos e sempre conheci festas nesta ilha e sempre gostei de festas e não é agora que sou um velho que vou deichar de gostar. enquanto eu puder andar vou ir aos bailes e a todas as festas da ilha não é este pardal que vem para aqui dar ordens de caserna. um florentino que adora festas.

DR.PARDAL disse...

Oh meu amigo das 14:18, se quiseres e se te fizer bem «à cuca» e à «carcaça» podes ir a todas essas festas que o Pardal não te vai chatear; podes pinchar; comer e «boer»; dançar e «esbrugar»,etc....mas à custa dos contribuintes é que não!

Traz de casa o farnel, um «music center» a pilhas às costas, colocas no meio da praça e convidas o pessoal para uma festinha.

Antigamente havia muitas festas e animação mas as câmaras e as juntas de freguesia só apoiavam com material ou equipamento.

Quem não tem dinheiro não tem vícios.

Dr. Papagaio disse...

mas...no tempo do outro presidente havia festa rija e fogo preso!!!

Anónimo disse...

Festa há! Quer queiram, quer não nem o Sr. JL acaba com ela que a população não deixa! Já faz parte da nossa tradição vai fazer 25 anos!

Não concordo que se invista mais na festa, porque o orçamento que ela tem é mais do que suficiente... mas é MUITO MAL aproveitado! A escolha de bandas tem sido terrível, gastos infinitos com aqueles vestidos de marcha, gasta-se muito para trazer os amigos dos membros da comissão de festas e pouco em músicos nacionais de valor. A escolha é que é fraca, a comissão de festas é sempre a mesma, não podem pedir uma festa melhor! A nossa ilha está mal aproveitada, temos enormes potencialidades para o turismo e está tudo parado: A festa é uma forma de trazer pessoas à ilha... mas não é com uma festa destas de certeza, que de ano para ano tem vindo a enfraquecer cada vez mais!

A festa do emigrante não deve ser prioritária nos assuntos de uma câmara, é certo, mas aquela piscina coberta não fazia falta nenhuma e, no entanto, estão a construí-la ao mesmo tempo que estão a destruir o único canto que tínhamos com areia nesta terra com a construção daquela marina. Se era para construir uma piscina, ao menos aproveitassem a água do mar que nos rodeia. Piscina coberta? Ainda estou para ver quem é que vai fazer a manutenção daquilo quando nem conseguem fazer manutenção do poço do jardim municipal...

Anónimo disse...

quando queseres lavar os tomates vais para trás do quebra mar por fora da poça das mulhres está lá uma linda praia e bastante fundo.eu antes de ter o porto era muito pior desfolava as pernas na poça de fora e na poça de dentro agora voces querem tude de mão beijada. quanto ás festas sou de acordo que todos os anos aja novas comições mas ficando sempre uma opinião do presidente da camara. referente á piscina coberta para mim não serve mas para as crianças da escola nova na antiga rádio naval é bom para praticar desporto e natação.

Anónimo disse...

não fazer a monutenção do poço do jardim não é por falta de pessoal na camara talvez seja por falta de alguém que saiba derigir.

Anónimo disse...

Opinião do presidente da câmara? Ele não quer saber da festa, mal participa na organização da mesma.. deixa tudo entregue à comissão de festas, que por ser sempre a mesma, não deixa a festa desenvolver-se! Integrassem na comissão gente nova! Comecem a passar as tradições aos jovens!

Quanto a piscina coberta, infelizmente receio que vá ser mais uma obra para estar de porta fechada. Custos que a Câmara não vai querer suportar: manutenção, aquecimento de água, vigilante, nadador-salvador entre outros... Por favor não me digam que o josé das galinhas é que vai ficar responsável por aquilo também, era desgraça certa!

Anónimo disse...

eu também estou de acordo com as festas e com novas comições com gente nova e algum velho para uma dica quando fosse preciso, e neste caso a camara fazia como nas outras ilhas dizer o que tinha para gastar na festa e a partir dai a comição teria que ver o que poderia fazer com a respectiva quantia e até como é festa do imigrante poderiam pedir ao padre para na hora da missa dizer que a comição da festa iria passar na freguesia do concelho das lajes a fazer um peditor para a festa do imigrante e com ajuda da camara poderião fazer uma bela festa como nas outras ilhas.força rapazes.

DR.PARDAL disse...

O Dr.Papagaio é que vai ser nomeado CEO para a empresa das piscinas e das casas de «toirismo rural»....

Olho Aberto disse...

porque não fazem as festas com prata da casa e dois artistas de fora sem trazerem ranchos?

nem grupos folcloricos. isso dá muita despeza e os artitas de fora sejam dos Acores somente

Anónimo disse...

Eu ao passar pela Ilha Terceira verifiquei que já estão a infeitar as ruas e a Marina no quebra mar com mastros e bandeiras que achei lindo.Venho pedir á comissão das festas do imigrante que pessam á Somague que deiche uns berracos com uns tudos de plástico como tem na Marina de Angra para meter bandeiras já que o mar faz parte da festa do imigrante. J.R.S.

Anónimo disse...

eu não estou a mandar mas a dar mais uma dica que é a seguinte. se entrar novas comições não se esqueção de eleger casais porque faz sempre falta as mulheres e que seja um casal de cada freguesia do concelho. eu já passei por comição de festas e dá muito trabalho mas com ajuda de todos faz-se uma grande festa.força rapazes.

Anónimo disse...

Eu Acho que o povo critica muito e ajuda pouco, quanto à festa do emigrante é verdade uma tradição mas se o povo não ajuda quem poderá ajudar, pelos vistos a camara não pode investir nisto pois o dinheiro faz falta pra outras coisas, quanto aos turistas "as moscas do verão" não vão às flores gastar um tostão querem é mamar às custa do nosso povo quem deixa mais dinheiro nas barracas que o nosso pessoal da terra, opa uma comissao de festas podia fazer uma barraquinha e arrecadar verbas pro ano seguinte um exemplo não falta todo o tipo de tretas pra vender é preciso pensar e agir não criticar, e digo mais as Lajes cresceu a nivel de infrastruturas, população é que está escassa mas quem viu e quem ve a Lajes, Tenho as minhas rixas com o JL mas tenho a agradecer o facto das Lajes ser o que é hoje uma VILA

Anónimo disse...

amigo das 9,41 falaste numa coisa que eu não tinha feito referençia foi a tasca da festa.pois amigo foi com esta intenção que falei a cerca dos casais tendo uma tasca da festa e com senhoras a cosinhar faz muito dinheiro e eu sei que é verdade porque já se passou por mim. a camara pode ajudar com pessoal e algum dinheiro mas também não custa nada uma vez por ano passar em todas as freguesias do concelho a fazer um peditorio para as festas do imigrante e eu acredito que o povo colabora com aquilo quie puder. força rapazes todos juntos conseguem.

Zé Linzandro disse...

Ó monssos, este ano vamos ter a Luciana e o Djaló aqui na nossa festa... Aguentem-se os da banda de lá da ribeira!