quinta-feira, 13 de maio de 2010

Municípios pagam cada vez mais tarde

Programa «Pagar a Tempo e Horas» não deu resultados positivos nas autarquias portuguesas.

Apesar da implementação do programa «Pagar a Tempo e Horas», por parte do Ministério das Finanças, o prazo médio de pagamento dos municípios aumentou 40% em 2009. Os dados foram publicados pela Direcção-Geral das Autarquias Locais e dizem respeito às 308 autarquias que aderiram à iniciativa do Governo.

No final de 2008, as autarquias [portuguesas] levavam, em média, 77 dias a pagar aos seus fornecedores. A 31 de Dezembro de 2009, a média tinha subido para 108 dias - quase 4 meses. "As autarquias não fogem à crise", comenta Fernando Ruas, presidente da Associação Portuguesa de Municípios. A crise significa "menos impostos, devido ao menor dinamismo da economia", explica o responsável, acrescentando que "muitas vezes também há atrasos nas receitas recebidas do Estado, o que se reflecte nos prazos de pagamento".

No final do ano passado, Alfândega da Fé era o município que levava mais tempo a pagar: 852 dias, mais de 2 anos. Mais de metade [dos municípios] levava mais de 3 meses a pagar e quase todos (83%) ultrapassam os 30 dias. A autarquia mais rápida foi Santa Cruz das Flores [levando apenas 1 dia para efectuar os pagamentos]. Avaliando a evolução dos prazos de pagamento de acordo com os objectivos definidos pelo Governo, 70% dos municípios [portugueses] falharam as metas para 2009, 23% superaram e 7% cumpriram com o que estava definido.


Notícia: «Diário Económico» e «Jornal de Notícias».
Adicionalmente, leia-se também uma outra notícia da RTP/Antena 1 Açores: "Em 2009 [as] autarquias açorianas estavam a pagar com 5 meses de atraso aos fornecedores".

Saudações florentinas!!

4 comentários:

DR.PARDAL disse...

Mais de metade das Câmaras Municipais dos Açores estão falidas ou para lá caminham.

Muitos anos de esbanjamento, tachos, folguedos, viagens, empresas municipais e «investimentos» da treta...

Quem vier atrás que feche a porta, sff.....

Pato Bravo disse...

Está tudo como os eleitores querem.Agora é aguentar com a batata quente.

Anónimo disse...

Felizmente a nossa camara aqui em santa cruz está cheia de dinheiro

Anónimo disse...

oh comentador das 09.02
devias ter escrito assim:

Felizmente a nossa camara aqui em santa cruz está cheia de dinheiro investido em asneiras.