domingo, 30 de novembro de 2008

Dois jovens ficaram gravemente feridos num acidente de viação nas Flores

Vinham do seu habitual treino desportivo diário quando, do nada, o condutor da carrinha que os transportava foi surpreendido pela presença de um veículo pesado parado na faixa de rodagem em que circulava. Dois jovens acabaram feridos com elevada gravidade, tendo sido, na noite da passada segunda-feira [dia 24], evacuados da ilha das Flores para o Faial.

Uma carrinha que trazia quatro jovens desportistas do Fazendense, das Lajes das Flores embateu fortemente na passada segunda-feira, pelas 20 horas, na estrada regional daquele concelho contra uma viatura de grandes dimensões, propriedade da Câmara Municipal das Lajes, que se encontrava estacionada na faixa de rodagem no sentido em que circulava a carrinha com os jovens.

Ao todo viajavam na carrinha de transporte dos atletas quatro jovens e o respectivo condutor, tendo do acidente de viação resultado três feridos graves que acabaram por ser internados, um (o condutor) no Centro de Saúde local e os restantes, jovens, pela gravidade dos ferimentos, no Hospital da Horta, após evacuação, no mesmo dia, através do helicóptero da Força Aérea. Os restantes dois jovens apenas sofreram ferimentos ligeiros. O condutor acabou por já ter alta.

Intervenção rápida
Um dos jovens, o que demonstrava a situação de maior gravidade perante as autoridades que acorreram ao local – Polícia de Segurança Pública e Bombeiros Voluntários das Lajesencontrava-se encarcerado nos destroços da viatura sinistrada que o transportava. Segundo testemunhos populares, temeu-se que pudesse se tratar de um ferimento de gravidade extrema e que obrigaria mesmo à amputação de um dos membros inferiores do jovem, situação que acabou por não se verificar devida à rápida intervenção médica no local e já no Hospital da Horta.

Os jovens atletas estavam de regresso às suas casas após a realização de mais um treino diário quando o condutor se terá deparado, já tardiamente, com a outra viatura estacionada na sua faixa de rodagem, num local que peca pela falta de iluminação pública, para além de que a viatura que terá causado este grave acidente se encontrava com algum défice de limpeza por ser habitual efectuar o transporte de alcatrão naquela zona.

“Falta de luz”
Testemunhos locais referem mesmo que “a falta de luz no local e o facto da viatura parada estar na via e sem qualquer tipo de sinalização visível poderão ter estado na origem do acidente”. Segundo informação recolhida ainda pelo «Correio dos Açores» naquela ilha, o embate terá acontecido entre o lado direito da viatura de transporte dos atletas do Fazendense e o canto traseiro esquerdo do transporte camarário que se encontrava estacionado no local.

Os jovens desportistas tinham idades entre os 14 e os 15 anos e, aquando da chegada das entidades ao local, referem alguns florentinos, ainda se encontravam, feridos, no interior da carrinha que os transportava. Depois dos dois jovens feridos com maior gravidade terem sido, naquela mesma noite, evacuados de emergência para a unidade hospitalar da Horta, na ilha do Faial, fontes contactadas pelo nosso jornal informam que o estado clínico de ambos é, actualmente, estável.

Entretanto, na noite de quarta para quinta-feira, também na ilha das Flores, concelho das Lajes, a Polícia de Segurança Pública realizou uma operação Stop inopinada, com 3 elementos policiais, tendo sido fiscalizadas 14 viaturas e detectada uma infracção.

Notícia: «Diário Insular».
Saudações florentinas!!

8 comentários:

Anónimo disse...

eu já alguns dias que li esta noticia aqui no jornal, noticia como estas que são importantes demoram para chegar das lajes a santa cruz. mas se fosse um mexerico até seria possivel alguém pegar no telefone. a internet não está a ter beneficios nas flores.

Anónimo disse...

ENtao e o condutor não tinha os farois acesos ? Excesso de velocidade é o circular a uma velocidade , à qual nao seja possivel imobilizar a viatura no espaço livre e visivel à nossa frente . Basta ver por aí como circulam as carrinhas das aasociações desportivas que pode ser bastante ilucidativo quanto ao resto .E era dentro de uma localidade ou fora ? recorde-se que dentro o limite maximo de circulação são 50 Km/h. e tenho dito.

Anónimo disse...

quando há um acidente, a culpa é sempre d'alguém. Neste caso, mesmo sem eu ver; suspeito de 2 culpas:
A primeira, a do conductor da carrinha
porque mesmo a não haver luzes no local, ele tinha os farois do carro
Ainda mais: dentro do limite de velocidade do local, 50kl/h, numa curva, e de noite, afrouxa-se a marcha. Nem em todas as estradas têm luz,é por isso que os carros têm farois---Não há desculpas.

Segundo culpado é: a viatura camarária, não devia estacionar numa curva, mesmo que ela tivesse avariado. Neste caso,se assim foi o conductor deveria ter tomado precauções, com temporária sinalização sua, com qualquer coisa improvisada no caminho, no mesmo sentido da estrada antes de chegar á carrinha, para avisar o trânsito de obstáculo mais à frente.
Como está descrevido,na minha minha maneira de imaginar, a culpa maior é do da carrinha, e a seguir a do transporte camarário. Pronto; está dito!

Fórum ilha das Flores disse...

Agradecemos deveras ao anónimo do comentário das 9h28, é por haver colaborações como a sua que conseguimos manter alguma actualidade neste blogue...
Muito obrigado também por você saber desta informação e não a ter partilhado aqui, mas agora vir criticar por essa mesma informação ser publicada tardiamente no «Fórum ilha das Flores».

Saudações florentinas!!
NF

Anónimo disse...

como dizem que eu só critico. informo que hoje se o tempo o premitir irá deslocar-se na parte da tarde um avião particular á ilha das flores. bom dia.

Anónimo disse...

grandes culpados camara e policia
que so vê o que entressa
aonde é que o anonimo vê uma curva

marlene disse...

a versao que consta por estas bandas e que o condutor ia com os maximos,e ao cruzar-se com outro veiculo os tirou e quando foi para a voltar a po-los ja estava "enfiado"num veiculo completamente preto,ou seja sujo de alcatrao,sem sinalizaçao nem iluminação de jeito.agora se ele teve culpa(excesso de velocidade?)ou algo estranho nao sou jiza para o julgar.

Anónimo disse...

a policia nas Flores e a gnr só se interessão com os carros das empresas e de particulares , as câmaras é tudo uma balderice basta reparar a maior parte dos condutores não tem habilitações para conduzir certas máquinas e é um vê se te havias