sexta-feira, 1 de outubro de 2010

Pensionistas com cortes nas reformas, famílias que vão ficar sem abono e funcionários públicos com menores salários: agradeçam-lhe os submarinos!

Paulo Portas (líder nacional do CDS/PP) irá estar este sábado (amanhã) na ilha das Flores.
Os pensionistas que vão sofrer cortes no valor da sua reforma para a qual descontaram durante décadas de trabalho, as famílias que irão perder o direito ao abono pelos seus filhos menores e também os funcionários públicos que vão ver diminuir os seus salários (devido às medidas de austeridade aplicadas pelo Governo do PS de José Sócrates), bem podem ainda dar graças a Paulo Portas pelo nosso "rico" país estar a gastar 2 mil milhões de euros na compra de (tão necessários que nos são!) dois submarinos!
A decisão foi dele! O negócio é dele! Agradeçam, pois então, a Paulo Portas! Sejam agradecidos ao presidente do CDS/PP!

29 comentários:

Anónimo disse...

Li algures que os submarinos não custaram esse valor.Já agora era bom que o senhor Nelson Fraga se informasse de quem deu inicio ao processo de trazer esses submarinos para Portugal.Só lhe ficava bem explicar as coisinhas tim-por-tim.Já agora quando é que os outros líderes nacionais vem visitar também as Flores?
O Senhor Louça,por exemplo!
é que aqui também votamos BE.

Anónimo disse...

Lembram-se que antes do Dr. Paulo Portas durante cerca de 15 dias !!! Foi outro ministro da da defeza ? Nessa altura foram encomendados três submarinos. lembro-me de ser comentado E o Dr, Paulo Portas conseguiu deminuir o compromisso do Governo para dois .Bom lembrar que era no tempo de Dr. Gueterres . Não o incomoda pensar antes nas reformas milionárias e sobreostas que menbros do governo ou seus nomeados para cargos importamtes recebem? E que falar das reformas que os próprios deputados legislaram para eles próprios? Joana Magalhâes da Mota

Anónimo disse...

Pois. Pois.

E ainda houve que arranjar no orçamento para 2011 uma verba especial para esta «imprescindível» compra.

Mas o mais grave é a lata: depois de nos ferrar este calote, ainda anda por aí a dizer que a culpa da nossa economia estar mal é do Sócrates.

Este senhor precisava ser expulso das Flores bem como a canalha que o acompanha.



O que este senhor precisava

Anónimo disse...

A politica descredibiliza-se por coisas assim.

Anónimo disse...

Não se percebe como ainda há eleitores capazes de votar nesta gente.

Alberto disse...

isso mesmo,ele que justifique os submarinos.e o senhor do bloco de esquerda que justifique o emprego da mae na assembleia.e o socrates a licenciatura,e o jeronimo que vaia mentir para outro sitio,porque nao acredito que nao leve todo o ordenado para casa.

Anónimo disse...

este post e uma palhaçada....
os submarinos é que sao culpados da crise...

e as reformas chorudas...os automoveis novos....os jobs para amigos...os desvios....tgv....freport....etc...etc...etc


nelson....alem de falta de inteligencia´, tens uns oculos de cabedal

Anónimo disse...

toda essa historia dos submarinos foi uma confusão louca,mas fica bonito um lider nacional vir às Flores,seja ele qual for.demonstra que não se lembra de nós só para votos,da proxima voto nele,nunca votei,mas quero votar porque é melhor do que os socialistas actuais do meu partido.

Anónimo disse...

viva ao Portas...esse gosta dos florentinos...nao me interessa os subemarinos.

DR.PARDAL disse...

O Paulo Portas também é um bom farsante.

Mas nesta coisa da bancarrota do país, todas - mas todas as culpas! - vão para o Sr. José Sócrates, que anda há já muito tempo a enganar os portugueses.

Razão tinha o «Farto de Mamões» que alertava para esta perigosa situação, e que dizia, mais dia menos dia, não vai haver dinheiro para as reformas e pensões.

Ele deve estar em Boston a gozar à brava com todo este pagode!

Paulo disse...

Aí no B.E. só se preocupam com os submarinos? Será porque podem reduzir o trafego daqueles produtos que fazem rir? Ou o medo é outro, vindo da educação que o pai deu ao Louça e tudo o que é marinha não presta?
Se se preocupassem com as despesas que andam a fazer em carros, viagens, despesas de representação, almoços, sálairas mais que minionários de funcionários quem não merecem o que ganham, etc. etc, das quais quem as faz à custa dos dinheiros dos contribuintes, deveria ter vergonha.
Se reduzissem o número de deputados e acessores que não se compreende para qu são tantos...
Se...
Se...
Daria para comprar mais uns 10 submarinos e ainda sobrava dinheiro!
Mas como quem lá está quer é tacho...
Ponham na cabeça de uma vez por todas que se não assumirmos os nosso compromissos ao nível de vigilância da nossa zona económica, já existem muitos que para cá querem vir, especialmente quem tem uma das maiores e mais destruidoras frotas pesqueiras do mundo!
Mas o que vale é andarem a fazer figuras tristes para os turistas na baixa lisboeta e por aí fora!
Aí cordeirinhos!

Fórum ilha das Flores disse...

A decisao de comprar 4 submarinos foi do Governo Guterres ! A decisao e confirmaçao estava feita os papeis assinados... Paulo Portas conseguiu que fossem so dois. Mas isto nao inviabiliza que eu seja contra o Portas. Eu voto PSD ! Lembro-me de Manuela Ferreira Leite dizer na campanha eleitoral que o pais estava a caminhar para um futuro de desastre. E de Socrates dizer que ela era uma criatura abjecta. Pois Manuela Ferreira Leite falava verdade e Socrates era é e sera um reles mentiroso e vigarista!

Comentário de 3 de Outubro de 2010 às 04:20 [escrito totalmente em maiúsculas por alguém anónimo].

Anónimo disse...

O Dr.Pardal se diz tem razão.Se há alguém que conhece a malta de direita,e que ja teve no governo é o dr.pardal.e mais nao digo para nao lhe descobrir a carapuça.

Pato Bravo disse...

Este post está confuso.Foram dois milhões por dois submarinos,ou foram dois milhões pelos quatro submarinos?

Anónimo disse...

Já vi que aqui so se preocupam com os submarinos e ão se referem a outras despesas que poderiam ser cortadas e com valores muito superiores aos submarinos.

Devem ser todos funcionarios publicos ou ex-funcionarios com reformas e salarios de reis que andam a ganhar a custa de quem trabalha. Ou entao como e moda ca na terra, reformados por invalidez!


Fiquem bem e continuem a gozar as regalias porque a mama esta a acabar-se.

Nelson Fraga disse...

1. a primeira declaração de intenções para a aquisição de novos submarinos pelo Estado português será datada de 1993 [no último Governo de Cavaco Silva, PSD] e o concurso internacional para a renovação da "capacidade submarina portuguesa" foi lançado em 1998 [pelo primeiro-ministro António Guterres, PS]. a assinatura do contrato (com alteração de alguns pressupostos do próprio concurso) para a aquisição destes 2 submarinos foi realizada em 2004... quando era Ministro da Defesa Nacional, Paulo Portas [no Governo de Durão Barroso, PSD+CDS/PP]. afinal quem foi mesmo que tomou a decisão final (até alterando certos pressupostos do concurso internacional)? quem efectivamente assinou o contrato final deste negócio de milhar de milhões de euros pelos 2 submarinos? não terá sido o rato Mickey! foi... Paulo Portas, presidente do CDS/PP!

nem valerá muito a pena falar-se sequer do (incrível!) desaparecimento de documentação de uma Comissão Parlamentar (sobre este negócio dos submarinos) dirigida por um (ex-)deputado do CDS/PP, nem das investigações (ainda em curso) pelo Ministério Público sobre esta compra dos submarinos poder ter financiado (em 1 milhão de euros!) o CDS/PP... se calhar, as fotocópias destes contratos devem ter qualidade Azevedo!

2. as reformas milionárias (mas também as faraónicas remunerações!) de gente que saltou de cargos públicos e políticos (quase directamente) para a administração de grandes empresas [algumas na sua área antes tutelada], também é deveras preocupante... e um "cancro" na (necessária) transparente gestão da coisa pública e nas relações comerciais entre Estado e privados (sem "filhos e enteados")! um dos exemplos foi a dona Celeste Cardona, saída de Ministra da Justiça e colocada (a mando de Paulo Portas, Ministro de Estado) no conselho de administração da Caixa Geral de Depósitos ("banco público")... sem que a senhora tivesse qualquer experiência de gestão bancária ou do mercado financeiro! mas poderiam dar-se muitos mais exemplos (destes saltos de funções no Estado directos para gestão de grandes empresas), aí o PS e o PSD são campeões! desde Dias Loureiro a Ferreira do Amaral e Oliveira Costa, de Pina Moura a Jorge Coelho e Armando Vara... e muitos, muitos mais!

3. caro Alberto, quanto ao "emprego" da mãe de Francisco Louçã na Assembleia da República... (antes de acreditar em qualquer email semi-anónimo que lhe reencaminham) deve você fazer um esforço por conferir toda essa informação no sítio correcto (o «Diário da República»), Despacho nº 5296/2010: a licenciada Noémia Louçã é nomeada (...) para a categoria de assessora do grupo parlamentar do Bloco de Esquerda, SEM QUALQUER REMUNERAÇÃO.

há já muitos anos (11 para ser correcto) que a senhora Noémia colabora com o grupo parlamentar do BE, com os seus vastos conhecimentos de jurista... sempre a título gracioso, entenda-se, absolutamente de borla! se isto é que é um tachinho, houvessem mais assim... houvesse mais gente a trabalhar desinteressadamente para uma causa!

Nelson Fraga disse...

ó "Paulo",

é absolutamente estúpido e uma tremenda burrice pensar(?)-se que será com quaisquer submarinos que Portugal poderá combater minimamente o tráfico internacional de estupefacientes (cocaína, heroína ou canabinóides)! esse combate deve ser realizado com vasos de guerra (para acções de patrulha) e barcos rápidos (para a perseguição)... os submarinos podem ficar para tu brincares às guerrinhas, com o teu patinho amarelo de borracha, na tua banheira com uma bandeirinha do PP!

nem tudo o que é Marinha não presta, não senhor! os helicópteros da Marinha podem (e devem!) prestar alguma função útil para as populações... porque é para isso que se deve gastar dinheiro do Estado, não é? em algo que traga retorno à sociedade! com os submarinos, só constato a primeira parte (gastar dinheiro), da outra (retorno para a comunidade) nem miragem!

(ao contrário do que me acusas) concordo contigo que é imperioso (TAMBÉM) cortar-se em todo esse imenso desbaratar de dinheiro público (em muitas mordomias: salários, viagens, despesas de representação, assessores, etc.), mas daí a dizeres que essa poupança dava para "comprar mais uns 10 submarinos e ainda sobrava dinheiro" (citação)... que burro tu és! vai lá aprender a tabuada!

a (muito necessária) defesa da nossa Zona Económica Exclusiva faz-se com os vários meios acima citados (barcos de guerra, helicópteros e barcos rápidos)... de forma combinada. mais uma vez, os submarinos (ó "Paulo") só dão para tu brincares na banheira... com uma bandeirinha do PP!

Anónimo disse...

O que mais irrita é a lata desse senhor.
Deu o seu contributo para por as contas públicas nesyte estado e depois, como se não fosse nada com ele, vem dar conselhos aos outros.

Precisava perguntar: porque é que as medidas de poupança não se fizeram logo depois da compra dos submarinos?

DR.PARDAL disse...

De facto este post incendiou o clima morno deste fim-de-semana.

Pelos muitos comentários produzidos sobre este assunto - incluindo os comentários da administração - daqui se conclui que Portugal desde há duas décadas tem estado a saque.

É fartar vilanajem!

Desde PS, desde PSD,desde CDS, desde muitos «independentes» que se encostam estrategicamente à mama, todos eles chuparam o que havia para chupar.

Se o país está sem cheta e se até possui uma das maiores dívidas externas do Mundo, ninguém pergunta para onde foi o dinheiro?

Os «submarinos» do Paulinho, no meio deste oceano de trafulhice, corrupção e má gestão, são uma gotinha neste mesmo «oceano».

Mas culpa tem o povo eleitor, que antes de ir votar encharca-se em vinho e aguardente!

Anónimo disse...

Já agora gostava que o autor deste blogue me informasse como é que de 832 milhões de euros, conseguiu passar para 2.000 milhões de euros para a aquisição dos submarinos?!
Agradecia a resposta para que possamos ficar a saber as contas apresentadas.

Anónimo disse...

o pessoal da p.t. já não recebe a reforma o socrs disse ontem que o dinheiro das penso~es dos reformados da p.t.é para pagar dois submarinos. olha vejam o que o paulinho portinhas arranjou.

Anónimo disse...

Pela 2 vez, gostava que explicasse aos leitores aonde foi buscar o valor de 2.000 milhões, quando segundo as ultimas estimativas o valor ronda os 832 milhões.
Agradeço que nos explique, porque de más e exageradas notícias estamos nós fartos.
Não se esqueça de responder e não apagar o comentário.

Anónimo disse...

Dois mil milhões de euros não são gota nenhuma.
É muito dinheiro.
Dinheiro que nos vai sair do bolso, nos vais tornar mais pobres e vai fazer muita falta aos tais pensionistas idosos - que põe cinicamente o PAULINHO DOS SUBMARINOS a lacrimejar.

Anónimo disse...

É isso Dr.Pardal,os submarinos são uma gota no oceano.Tivessem sido obra de alguém do PSD,e o seu líder tivesse vindo às Flores,quase que aposto que não havia post.Sabem porque houve post?
São dores da última votação nacional,em que Paulo Portas meteu Louça,e o Bloco de esquerda na algibeira com um abrir e fechar de olhos.
Deus nos livre que algum dia esta gente tenha voz activa num governo.

Anónimo disse...

Mas ninguem fala, dos que estao a recber o subsidio de desemprego, empresas que fogem aos impostos e á segurança social, ás viagem á custa da saude.... e todos sabem e nao se faz nada! Bom é ir pedir ao pai natal uma baixa

Anónimo disse...

Depois de nos ter encavado esta espoleta, vem a criatura Portas passear-se pelo arquipélago.
Hoje nas Flores, amanhã em S. Jorge, depois de amanhã na Terceira, e pasmem, no ultimo dia em S. Miguel.
Com quem?
Com o pobre do Dr. Medina que foi recentemente metido na prateleira pelo prepotente líder terceirense.

DR.PARDAL disse...

Amigo, descansa, que também o teu amigo Sócras virá aos Açores e oxalá que não leve com ovos pôdres na fronha...

Anónimo disse...

o paulinho vem agora aos açores com pésinhos de algodão fazendo-se passar que não tem culpa do país estar na banca rota. eu sempre disse e continuo a dizer o psd, o cds, e o ps é que puseram este país de cú para o ar eles é que tiveram lá a fazer e a desfazer.

Anónimo disse...

Muito se fala da crise. Quero lembrar uma hestoria de um Florentino nascido no século 19 ou inicio do século 20. Naquele tempo não havia avião nem rádios e este Florentino lá com as suas ideias virou-se para algumas pessoas que estavam junto a ele e disse o seguinte. Ainda vão passar vapores por cima da Pedrinha que mais tarde foi os aviões rume á América a segunda frase dele foi que ainda iria existir bacharelos nos cantos das casas que foi os Rádios e a terceira que ainda não ouve e oxalá que não haja é a seguinte. Vai haver uma guerra na rua da calçada em Lisboa que o sangue vai dar pelo peitos dos cavalos e vão matar um vitelo para todos comerem e ainda vai restar carne.