terça-feira, 1 de junho de 2010

Ameaças sobre trabalhadores da segurança aeroportuária das Flores

A Comissão de ilha das Flores do PCP emitiu [ontem] um comunicado sobre a posição assumida pela empresa Prosegur que irá assumir a segurança dos aeroportos sob responsabilidade da ANA na Região.

Quebrando o compromisso assumido de integrar os trabalhadores que antes exerciam estas funções ao serviço de outra empresa, a Prosegur recusa a integração a dois trabalhadores, a uma por ser trabalhadora-estudante e a outro por ser dirigente sindical e militante do PCP.

Esta discriminação para o PCP, além de ser ilegal, é perfeitamente inaceitável e autoritária.


Notícia: CDU/Açores e RTP/Antena 1 Açores.
Saudações florentinas!!

30 comentários:

Anónimo disse...

é a crise, isto vai ficar como na américa se não deres rendimento quando chegar a fim de semana procura outro, mas não vai ser facil encontrar outro que a informação de não crer trabalhar chega a todos os lados. mas tem de haver aperto que neste país há pessoal que vai para o trabalho passar o dia e nada faz.

Anónimo disse...

As coisa da CDU são sempre publicadas aqui. As dos outros partidos não se vê nada. Isso é que é democracia!

Anónimo disse...

Este amigo ou é tapadinho ou enganou-se no comentário!! O que é que esta situação tem a ver com a crise? Trata-se de um acto descriminatório por parte de uma empresa de segurança a funcionários pelas suas convicções e opções de vida! É uma vergonha, é um desrespeito aos direitos dos trabalhadores e uma violação à Constituição Portuguesa. Esta situação tem que ser combatida...

DR.PARDAL disse...

Está na hora do PCP passar de novo à clandestinidade...

JoeF.Semedo disse...

Trata-se é de um funcionario que não presta para nada , e tolos seriam os da nova emprese se o aceitassem la dentro. acho que fizeram muito bem. Se não tem interesse...fora com ele, e outros para dentro..sem olhar a partidos e coisas assim.

Anónimo disse...

O PCP faz o seu juizo de valor.
Só e apenas isso.
Os patrões tem naturalmente outra opinião, que não está aqui expressa.

Os comunistas sempre foram conservadores. Não lhes entra na cabeça, por mais que se martele, que um patrão para pagar 100 o trabalhador tem de produzir pelo menos 150.
Porque o patrão tem impostos a pagar.
Porque o patrão tem direito retirar lucros daquilo que investiu, porque afinal arriscou.
Porque o patrão, só por si, não tem por obrigação resolver problemas sociais.
Porque o patrão só pode empregar se tiver trabalho para dar.
Porque o patrão não é a Santa Casa nem uma mordomia de bodo de leite.

Anónimo disse...

aguenta -te sempre rijo João Paulo Valadão Corvelo que estes gajos ainda não viram a formiga por onde é que mija...

Anónimo disse...

Pois é amigo João Paulo «tecuida»
o Salazar esta ai em grande força,o 25 de Abril esta falido os trabalhadores deste pais vãoter dias dificeis.

Anónimo disse...

Sou vísceralmente contra qualquer tipo de descriminação, por razões políticas, religiosas ou rácicas.

Mas como vivemos num mundo glogal,eu aconselhava este camarada a emigrar para a China,Cuba ou Coreia do Norte aonde os trabalhadores têm um salário chorudo com todos os direitos e ainda mais alguns...

Tieta disse...

Já ha muito tempo que aqui pelas Lajes se sente a pressão do patronato!!

Anónimo disse...

Avante camarada, as criticas vão te surgir, não tenhas medo!!! Continua a luta! Os individuos de direita são uns conservadores, vão te criticar, não te rales o povo está contigo.

Anónimo disse...

Certas pessoas que trabalham no aeroporto das Flores, nomeadamente um certo tipo que se pensa chefe/director não passa de um lambe-botas para não dizer lambe-c*s, que para atingir os seus fins "Subir de posto" não olha a meios. Esta pessoa é capaz de humilhar, denunciar, espesinhar todos aqueles que se atravessam no seu caminho. Esta pessoa corta na casaca de toda a gente, mas sempre pelas costas, cobiça as mulheres dos outros e não só; e quando confrontado pela frente mete o rabinho entre as pernas e vai a correr para o dono. Quando o dono não está por perto tenta armar-se em forte e fazer ver quem manda no território. Mas este cachorrinho esquece-se que existem cães maiores do que ele e que numpiscar de olhos podem acabar com ele e nem o dono o pode salvar... Este cachorrinho só serve para o dono atirar o pau e ele ir buscá-lo e o trazer de volta ao dono com o rabinho a abanar "Busca Boby" "lindo menino"... Fazem uma ideia de quem estou a falar??

Estou solidário com esses funcionários que foram alvo de descriminação. não se preocupem que se será feita justiça.

Anónimo disse...

tem de haver pressão do patronato é que neste país mais de metade iam para o trabalho marcar presença e nada fazerem por isso chegou o país á banca rota. agora fala-se na agricultura e eu sempre disse que agricultura era o desnvolvimento de um país mas ninguem ligava a não ser eu mas sózinho não chego a lado nenhum.

Anónimo disse...

poix lol os bombeiros já não podem ver este cachorinho que está no aeroporto e agora até vai almoçar cos os gajos da prosegur sabese lá se esta a receber algo por baixo da mesa, este tolo mas grande qualquer dia vai ter a vida a andar para traz lolol ufuffu e quanto a estas injustiças estou com<os trabalhadores..... luta joao paulo todas as pessoas estao a ver que é injusto só nao ve quem nao quer luta luta nunca baixes os braços mostra o que é um florintino lutador existe mt mt gente que só vão ver isto quando for na oele de cada um um abraso joao es um grande lutador

Anónimo disse...

realmente estas empresas são uma vergonha tartam os trabalhadores como animais que vergonha que sinto de vir um chico esperto alfacinha mandar aki na minha ilha mae e na gente da minha terra sinto muita vergonha e ao mesmo tempo mt indignação só tenho uma coisa a dizer força joão força força força luta pelos trabalhadores fica sabendo que tens muita gente contigo não nos podemos é manifestar porque não há democracia força joao

Anónimo disse...

por acaso eu até nem sou mt amigo do joao mas ele tem toda a razao do seu lado pode quem não queira ver mas a verdade é estas nu e crua nem sou do partido dele mas simpatiso e mt com as intervenções dele força é que até parece que não temos deputados nas flores um abraço

Anónimo disse...

tu para falares desta maneira do joão tens algum intresse.

Anónimo disse...

e viva ao cesar e ao socrates grandes homens de bem e homens da verdade sérios eu já antes de nascer era do ps e vou ser para sempre e os meus netos tambem ainda não nasceram e já são camaradas viva ao governo ps viva

Anónimo disse...

Pois é com burros como tu que o P S esta deitando o pais na banca rota força João Paulo estes politicos eleitos pelo povo quando chega a hora da verdade deveriam pedir uma explicação a esta empresa e defender quem trabalha.

Fiba disse...

Não considero "injustiça"...mas sim uma "limpeza" !! Seja de que partido fôr..isso n interessa, pois nao é o partido que esta la a trabalhar, mas sim a pessoa ! e a pessoa em questão não vale nada !
Agora só as vacas é que vão ouvir as suas mentiras e enredos !

Fórum ilha das Flores disse...

Adenda informativa, com outras duas notícias sobre este assunto...

Através do sempre inestimável "serviço informativo" do GACS [Gabinete de Apoio à Comunicação Social, da Presidência do Governo Regional dos Açores]: "O presidente do Governo Regional dos Açores comunicou à Secretaria Regional do Trabalho e Solidariedade Social para que a Inspecção Regional do Trabalho acompanhe e verifique a observância da legalidade do processo sobre o qual recebeu comunicação do presidente da Câmara Municipal de Santa Cruz das Flores respeitante à situação dos trabalhadores da empresa que presta serviços de segurança no aeroporto da ilha das Flores."

Aníbal Pires, coordenador regional do PCP, apresentou uma declaração denunciando que a PROSEGUR, empresa que substituiu a ICTS na segurança privada nos aeroportos da Região Autónoma dos Açores geridos pela ANA SA, tem em curso um processo persecutório que visa o afastamento de 4 trabalhadores (2 no aeroporto das Flores e 2 no aeroporto do Faial), com base nas suas posições políticas e na sua actividade sindical. O PCP/Açores considera que esta discriminação, a confirmar-se, é ilegal e inadmissível e exige da Inspecção Regional do Trabalho o rigoroso e imediato apuramento dos factos.

DR.PARDAL disse...

«Limpeza, limpeza» a haver, deveria ser nos serviços do Governo e das Câmaras.

Com metade do pessoal fazia-se o dobro....

E chegam a meio da tarde e já estão cansados de nada fazer!

Anónimo disse...

força não baxem os braços existe gente com muita inveja FORÇA

Anónimo disse...

O que andam a farer no aeroporto,o govrewno deveria fazer na câmara,nas obras publicas,nos florestais,pele produtividade que estes trabalhadores tem metade chegava,mas o grande mal esta em quem os governa, nos chefes pagos a peso de ouro, »os tais bonos«

Anónimo disse...

Upa upa... hum..hum...!! Se não fosse o meu menino, o areoporto não andava para a frente...

Anónimo disse...

este aeroporto deve de estar próximo das lajes já que o menino está andar com ele para a frente.

Anónimo disse...

Deixa ver se eu entendi! uma Empresa privada não é livre de contratar quem quer? Certamente se esse não foi contratado, foi outro qualquer no seu lugar, possivelmente alguém que estava desempregado, e a necessitar de trabalho, ou a justiça no partido Comunista e nas Flores é o emprego ser sempre de alguns, porque fazem parte de uma força politica, e os outros tem de estar condenados ao desemprego?
Deus nos livre de pensar que numa democracia no século XXI, o emprego é propriedade de alguns, e esses tem de ser sempre os escolhidos, em detrimento de todos os outros.
A intervenção do partido comunista, essa sim tem um carácter discriminatório, pois parece que só os seus membros têm direito ao trabalho.
De certeza que as pessoas da ilhas das Flores em concreto e os Açorianos em geral não querem dar a imagem, de que existem classes privilegiadas no acesso ao emprego nos Açores.
De certeza que o IRT, não quer ser confundido com uma entidade para a qual uma pessoas tem mais direito ao trabalho que outras, de certeza não irá assumir uma posição, em que sequer sugira à empresa privada, que terá de despedir um elemento para contratar outra pessoa só porque faz parte do partido Comunista.
A imprensa nacional iria adorar esse escândalo “ Empresa privada obrigada a contratar um elemento porque é do Partido Comunista, na ilha das Flores”
Seria um título muito apelativo num jornal Nacional

Anónimo disse...

Oxalá que com o desenrolar do processo não se descubram outras carecas. É tudo muito bonito quando é para bater nos outros, mas eu cá gostava de saber de outras coisas. Em vez de esse manfio, que para pouco mais serve do que para "pastorar" umas vacas, andar por aí armado em virgem ofendida, explicasse onde andam as actas da Junta de Freguesia dos Cedros (do seu mandato) que por obra e graça desapareceram do mapa, bem como uma fotocopiadora que ninguém sabe onde anda, ganhava muito mais com isso e se calhar não falava tanto. Já diz o ditado que "quem sai aos seus, não degenera". E nisso ele é bem como os seus semelhantes, dos quais, um deles tira o curso por correspondência e o outro dá uns cortes na santa previdência e no grupo de teatro local e, como se isso não bastasse ainda é eleito(a) para um cargo público. E agora querem o quê afinal?

Anónimo disse...

O anonimo de 5 de junho das 23.13 tem toda a razão metade dos trabalhadores das camaras e da obras publicas dava para tudo e ainda sobrava tempo mas dá vontade de rir para quem passa na rua e vê os trabalhadores da camara e das obras publicas deitados em cima dos muros ´a espera de chegar á hora para irem para casa.
Á dias vigiei os trabalhadores da camara a chegarem ao serviço, eram 8 horas da mañhã quando chegaram a maioria ao armazem da zona industrial uns sentaram-se dentro do armazem e outros vieram ao bar do castanheira depois chegou o fernando da silva e lá mandou alguna trabalhar que só começaram a partir das 9 horas, depois ás 11.30 já vinham a caminho para o restaurante e ás 13.30 caminharam para o serviço e ás 15.30 já estavam no armazem á espera do carro para irem para casa.
Mas que pouca vergonha o que dizem os trabalhadores das outras empresas? Dizem eu vou ver se apanho emprego na camara porque ali não se faz nada e ganha se mais, isto é dito todos os dias e se não acreditam façam um inquerito e digam se é ou não verdade e ainda dizem mais eles dão carro e as empresas não dão.
A camara está a praticar um mau exemplo perante as empresas que os seus trabalhadores fazem pouco é verdade mas por menos cumpreem as horas quer de entrada quer de saida.
A camara não tem quem mande ou seja, tem, mas não sabem mandar.

Anónimo disse...

ó Treta cála a boca o que é que sabes de patrunagem?