domingo, 7 de fevereiro de 2010

Petição contra o treino de caças super-sónicos americanos na Base das Lajes

Anteriormente, já havia chamado a atenção para este assunto (por três vezes, aqui no «Fórum ilha das Flores»): «Açores vão tornar-se campo de treino militar aéreo norte-americano???!!» [publicado há 2 anos], «N-Ã-O!!!! Nos Açores... não, não e não!!!» [publicado há 14 meses] e «F-22 a voar nos céus dos Açores: N-Ã-O!!» [publicado há 7 meses].

Toda e qualquer pessoa pode/deve assinar a petição "Somos contra o treino de caças F-22 americanos na Base das Lajes" e também pode aderir ao grupo no FaceBook.

26 comentários:

Zé P. disse...

Sou da opinião que os americanos deviam fechar a base das lajes e sairem dos açores. Não precisamos dos dolares nem dos empregos que eles nos dão!

Anónimo disse...

Não vejo qual o mal de eles virem treinar para os Açores. Não o vão fazer em cima das ilhas, mas sim no meio do atlantico onde não há nada para ser incomodado.

Anónimo disse...

Mas está tudo louco ou quê?
Então não sabem que Portugal e os Açores precisam da base das Lajes como de pão para a boca?
Deixem fazer os treinos que não incomoda nada,afinal existe cooperação entre os Estados membros das Nações Unidas é para alguma coisa.

DR.PARDAL disse...

Óh Sr. Zé P.:

Não digas disparates.

E quem é que nos vai defender?

Uma coisa são os treinos com esses aviões, outra coisa é a presença dos americanos nos Açores, que é muito bem vinda e é pena eles só estarem na Terceira.

Anónimo disse...

Hardlink irado!

Os americanos que façam os seus exercícios dentro do seu território
ou, como já foi dito em àguas suas mas nunca no espaço aéreo ou terrestre dos Açores. O Governo de Lisboa é o culpado de tudo isso.

Por estas e outras, eis mais uma razão para a nossa independência!

Se,Cabo Verde--Guiné--Timor,Angola etc. etc. estão sobre si, para que ainda estamos subjugados?..

Nós açorianos, já temos ameaças suficientes de vivermos sobre vulcões.

Acho isso um abuso dos EUA com consentimento do governo central, permitndo que sejamos abusados.
Fora com os americanos.

Denis Correia Almeida
Hamilton, ont Canadá
hardlink@aol.com

Anónimo disse...

Cuidado com as bombas terremóticas que os americanops andam a lançar, ainda pode ir cair uma em cima das Flores e emcima de quem assinar a petição!!!

Anónimo disse...

Se calhar se aumentassem a pista das Flores e os americanos quizessem vir para cá, mudavas de ideias, não Nuno?!

Farto de chulos disse...

Não vejo problema algum em se realizarem esses treinos.
É mais uma petição de quem só vê esquerda,extrema esquerda e não têm mais nada para fazer.

Zé P. disse...

Dr Pardal, talvez não deu para notar a ironia do meu comentário. Somos membros da OTAN - o acordo militar entre os seus membros dá para que exercícios desta natureza sejam praticados. Mas desconfio se teriamos a mesma opinião se o chefe da casa branca fosse o anterior presidente. A politica por vezes turva as nossas opiniōes.

Anónimo disse...

Oh Hardlink, achas que esses paises africanos que nomeaste sao menos que portugal??? Porque falas-te neles????
E nao te esqueças onde vives!!!!

Pato Bravo disse...

Sinceramente,ainda não tenho opinião formada sobre esse assunto.

Nelson Fraga disse...

ao comentador(?) "farto de chulos" [que escreveu ontem, 8 de Fevereiro, às 18h18]:

- se você fosse intelectualmente honesto e sério, então teria ido verificar quem afinal são os (primeiros) promotores (e impulsionadores) desta petição: a senhora Judite Jorge e o senhor Pierre Sousa Lima. acusar estas duas pessoas como se fossem "quem só vê esquerda, extrema-esquerda e não têm mais nada para fazer", será (no mínimo) absolutamente estúpido da sua parte; mas as suas acções [e irreflexões] ficam à sua (ir)responsabilidade, ó comentador(?) "farto de chulos".

algumas razões (minhas) para que se assine esta petição?

1. o pacifismo. esse (eventual) campo de treino para aviões F-22 e F-35 americanos na Base das Lajes, jamais servirá para fazer a paz. não podemos nunca esquecer que esses aviões militares americanos são caças-bombardeiros, ou seja, servem... meramente para fazer a guerra!

2. o nosso bem-estar individual. por mais que esses aviões militares venham a fazer as suas acções de treino no "meio do Atlântico" [relativamente longe(?) das nossas ilhas], os caças-bombardeiros irão (inevitavelmente) aterrar e levantar... na Base das Lajes. está muito enganado quem julgue que um jacto hiper-sónico é mudo; na Praia da Vitória, a barulheira deverá vir a ser infernal.

3. o nosso bem-estar colectivo. todos sabemos muito bem da fulcral importância que o turismo tem para a dinamização da (algo frágil) economia açoriana. os Açores foram considerados como das melhores ilhas do Mundo para se visitar, precisamente devido à sua natureza (quase) intacta mas também devido ao seu dia-a-dia bucólico: com a (eventual) criação deste campo de treino para aviões super-sónicos americanos, poderemos estar a "matar a nossa galinha-dos-ovos-de-ouro".

Nelson Fraga disse...

4. a falácia do emprego "americano". se alguma vez a Base das Lajes dinamizou a economia terceirense, já não o será certamente agora em 2010. os americanos que vêm trabalhar para a Base pouco dinheiro gastam fora dela e quando de lá saem (geralmente) só armam zaragata, confusão e agressões cá fora. o número de empregos que a Base americana proporciona a açorianos é cada vez menor e acontece sempre aquela (bem conhecida) grande confusão com as actualizações salariais dos trabalhadores portugueses da Base.

5. passarmos a ser (possível) alvo de terrorismo. estes aviões que viriam treinar para os céus dos Açores, são a última geração dos jactos militares americanos, ou seja, o que de mais evoluído tecnologicamente o Exército americano tem. com tantas guerras que os soldados das terras do tio Sam andam a travar por esse Mundo fora, os mauzões também saberiam onde se andaria então a realizar os treinos destas pérolas da nova tecnologia de ponta da Força Aérea americana: os Açores. não me parece que seja por mero acaso que nos é impossibilitada a visão (via Google Earth) de uma parte da Base militar das Lajes.

6. estragos para o nosso ambiente e ecologia. estes aviões americanos caças-bombardeiros F-22 e F-35 são jactos hiper-sónicos, sendo francamente prejudiciais às nossas fauna e flora pelo ruído que fazem, para além da poluição que provocam pelo seu funcionamento. assim, esse (eventual) campo de treino para aviões militares americanos não seria em nada benéfico para o nosso ecossistema nem para a nossa biodiversidade.

Anónimo disse...

Hardlink;
Aconselha o visionário das
19:40, que coma uma cenoura para clarear a vista, antes de ir reler o meu comentário das 17:h46.

P'ra que perguntas acima:
"Oh Harlink, achas que esses paises
africanos que nomeaste são menos que portugal???Porque falaste neles??? Não te esqueças onde vives!!!
Óh minha nossa!..Isto nem faz sentido ao que comentei!..

Anónimo das 19:h40; Aonde leste no meu comentário que, se [eu acho que esses países são menos que Portugal?]

Óh homem;come lá a cenoura que te aconselhei, volta atrás e relê tudo bem. Estou a ver que perdeste o comboio das 17h:46
DCA
Respeitosamente;
Hardlink@aol.com

PS1:--Se tiveres paciência vai ao
Grifo.com.pt-Segredos do Euro

PS2--Olha que lá aprende-se muito!
Sacha tudo a eito sem deichar erva atrás. Aconselho-te.

Anónimo disse...

os amaricanos tem tanto lugar na américa que façam lá para barulho basta ouvir aqueles pretos quando chegam e quando saiem. fora queremos os açores limpos de pluição e de barulho.

Anónimo disse...

Pior do que serem de extrema esquerda os promotores desta petição são de extrema direita, apoiada pela estrema esquerda... Não será esta gente mais perigosa do que aviões no céu dos Açores?

Anónimo disse...

ouvi uns rumores de que j.l esta em negociações com obama para que os EUA financiem o aeroporto nas lages das flores e talves as piscinas naturais tao faladas.

Fernando disse...

Portugal assinou um acordo com os EUA, recebe a protecção da águia mas de volta vai ter que dar algo.
Isto faz me lembrar a historia do Lobo que virou a Cão.
Quando Lobo de vez em quando passava fome e frio, mas em contra partida vivia nas montanhas na grande floresta em plena liberdade.
Um dia decidiu ir viver para a aldeia no vale e ter comidinha e casinha, e até receber umas festinhas do dono, mas para o tal receber tinha que viver no quintal acorrentado.
Ah um grande preço a pagar para viver debaixo dos acordos UE, EUA etc..

Zé P.(ortuguês) disse...

Senhor Almeida,
Deixe o Canadá e venha até cá para resuscitar a FLA visto o José de Almeida ter nos abandonado e exilado pra os states (quem sabe, até pode ser que seja ele quem está por detrás desses treinos dos F-22).
Deixe-se de tolices, a nossa região não contem as infra-estruturas de se tornar um país independente.

Anónimo disse...

Hardlink dando a mão à palmatória

Por vezes, a repreensão leva erro mais grave do que naquele que a causou...

Quero com isto dizer que: se eu não vejo os meus próprios erros, mais ninguém me acode. Risos!..

Meti os (pés por entre as mãos)
quando escrevi a erva atrás.Onde devia ter sido DEIXAR

Estas coisas acontecem ao não saber e à idade. Peço Desculpa!..

Denis Correia Almeida
Hamilton Ont, Canadá

DR.PARDAL disse...

O Zé P.(ortuguês) de «braga» vem aqui com um disco riscado.

Se cá estivesse o nosso amigo FDM , ele certamente lhe diria para você deixar de dizer «tolices» , pois segundo ele, é Portugal que não tem condições para ser independente.

Aliás basta ligar a televisão para assistir à degradação, bancarrota e desaparecimento duma nação.

Mas ainda há «continentais» que pensam que Lisboa continua a ser o centro do Mundo como era no tempo dos El-Rei D.Manuel I ou D.João II.

Paciência...na casa de S.Rafael também já passaram por lá alguns que pensavam ser Napoleão...

Anónimo disse...

mas as piscinas já não começaram é que eu tinha lido aqui que as duas piscinas começavam no fim de janeiro.

Anónimo disse...

Hardlink;

Por falar em extrema esquerda,sim!
Talvez seja isso. Devo ser!..
-Nunca gostei dos dois Bushs
-Nem do Ronald Reagon
-Nem dos Consevatives do Canadá

Sendo assim sou esquerdista.

Óh!..E ainda -pô-riba- tenho uma coisa a bater no lado esquerdo do peito; isto faz-me mais esquerdo!..

E, para confirmação; sou canhoto.
DCA Hardlink@aol.com

Pintas disse...

mais uma vez essa história da independência...
ainda gostava que me explicassem o porquê e como isso seria possível.
e já agora, as razões tão definitivas para que os Açores "deixem o jugo de Lisboa..."
santas baboseiras...

Anónimo disse...

Este hardlink deve ser uma cabeça esperta!!!
Es maisd um que vem para aqui falar... e dizer mal que fazes pela ilha das Flores?.. Nada!!

Anónimo disse...

fora!!!fora!!! com estes barulhentos...