quarta-feira, 3 de março de 2010

Caetano Tomás: 60 anos de sacerdócio

Amanhã [dia 4 de Março] completará sessenta anos de vida sacerdotal, uma efeméride que um grupo fiéis não quer deixar passar despercebida e que assinalará com uma homenagem ao cónego Caetano Tomás.

“É um homem não só da fé, mas é também um homem da educação, da cultura”, explicou ao jornal «A União», Duarte Mendes, responsável pela organização da homenagem em curso. Em suma, “trata-se de uma referência moral para várias gerações”, disse.

O programa de homenagem ao padre Caetano Tomás contará com uma missa, marcada para as 18h15, na Igreja de Nossa Senhora da Conceição, seguida de um jantar-convívio, às 20 horas, no Clube Musical Angrense. Presentes na cerimónia estarão dois oradores, o monsenhor José Lima e Álvaro Monjardino.


Da fé e da psicologia

Francisco Caetano Tomás, nasceu na ilha das Flores, a 12 de Setembro de 1924. Além de cónego, é-lhe reconhecida a formação e a experiência nas áreas da psicologia, não só por via da docência académica, como pela publicação de obras sobre a temática.

O padre Caetano Tomás saiu da sua ilha natal ainda bastante novo para estudar no Seminário Episcopal de Angra do Heroísmo, na ilha Terceira. O capelão do Bairro do Lameirinho e da Casa de Saúde de São Rafael, completou estudos em Roma, entre 1947 a 1954, onde se licenciou em Teologia e Filosofia, concluindo igualmente alguns cursos de Matemática, Física e Métodos Científicos. A Psicologia é outra das áreas que aprofundou com formações em Itália e em Inglaterra.

Quando regressou aos Açores, em 1954, iniciou a sua carreira de docente no Seminário de Angra do Heroísmo. Foi também docente de Psicologia na Escola do Magistério Primário e Educadores de Infância de Angra e na Escola Superior de Enfermagem de Angra do Heroísmo. Fez vários trabalhos sobre psicologia na rádio e na televisão, realizou diversas acções de formação para docentes e público em geral. Desde 1980 é um dos principais orientadores de cursos de preparação para o matrimónio.


Clique aqui para ler mais sobre esta notícia...
Obras da vida

A escrita tem sido uma faceta explorada pelo monsenhor Caetano Tomás. Entre os títulos do autor publicados pela Paulinas Editora, está “Entender o Cristianismo”, enquadrado na colecção “Crescer na Fé”. Um livro que, através de uma linguagem simples e objectiva, perpassa diferentes questões que procuram as razões de ser do Cristianismo. Entre as várias questões que aborda, destacam-se: “o que é ser Cristão?”, a “existência histórica de Cristo”, os “indicadores de realidade nos Evangelhos”, “Cristo é Deus”, “a existência de Deus”, “a Igreja e a Ciência”, ou “os sacramentos”.

Ao longo de uma obra com quatro volumes, o padre Caetano Tomás juntou a sua experiência de aconselhamento junto de jovens e de casais para escrever “Pessoas - Traços e Comportamentos”. Nesta edição, o autor florentino aprofundou quatro temáticas: os “Condicionamentos”, onde fala na tomada de consciência dos condicionamentos e dos problemas da infância, e da forma como estes influenciam o crescer de cada um; os “Traços”, no qual elenca características, ou maneiras de ser, que estão na origem da personalidade e do seu significado na estruturação dos vários psiquismos; os “Desvios”, livro que fala sobre os desvios comportamentais, sejam eles complexos, obsessões, fobias, referenciando as raízes destes desvios, para que sejam condicionados positivamente; e “Encontro Homem - Mulher”, a última edição onde alerta para os problemas e para as possibilidades de encontro (ou desencontro) dos homens e das mulheres, abordando as dimensões especiais de namoro e casamento.


Notícia: jornal «A União».
Leia-se, ainda, uma (recente) entrevista do padre Caetano Tomás.

Saudações florentinas!!

7 comentários:

Anónimo disse...

Grande Homem é este Senhor Padre Natural da Freguesia do Lagedo Concelho das Lajes das Flores. Nunca para de andar pé cruza como é habito dele as mãos atrás das costas e lá vai ele nas suas caminhadas sempre alegre e serridente.

Anónimo disse...

Mais um grande homem saído desta terra, que o poder local instítuido se lembre de lhe prestar a devida e mais que justa homenagem. Bem que poderia a recente inagurada rotunda ter tido o seu nome, mas não em vez disso colocaram-lhe o nome do Srº Baden Powell que foi um Sr que de facto fez muito por esta terra e levou o seu nome além fronteiras!!!!!!

Anónimo disse...

Tambem tinha uma mota quando era novo!!

DR.PARDAL disse...

O Padre Dr.Caetano Tomás, para além de ser um sacerdote exemplar, é uma pessoa de vasta cultura.

Um grande homem. Demonstra uma extraordinária alegria de viver e uma inolvidádel esperança no ser humano.

Um cidadão florentino exemplar.

Hardlink1 disse...

Hardlink lembra-se...

-Pelo menos do nome.
Esse sacerdote, além de outros com relevo e grande destaque no seminário d'Angra,como por exemplo: o Padre Américo Vieira das Lajes, que foi educador espíritual no seminário d'Angra, e muitos mais que foram e são figuras notáveis em suas funções, para os Açores e o mais importante ainda, para a nossa ilha das Flores, suas familias e orgulho dos florentinos.

Bem-haja Padre Caetano Tomás, sacerdote do Lajedo!.. Muitos anos de vida e saúde vos desejo!..

Denis Correia Almeida
Hamilton, Ont. Canadá
Hardlink@aol.com

Anónimo disse...

O Doutor Padre Caetano é um exemplo para os mais novos quando de vizita á nossa Ilha era um Homem de trabalho não virando a cara a nada indo para as terras cavar e com o voicinho cortar silvas não ligava á grandeza dos estudos.

Alberto disse...

parabens aos administradores deste blogue.so hoje comecei a visitar os espacos da blogosfera da minha terra.este senhor Padree uma grande pessoa e merece tudo de bom.